Alerta: Instituto do Egito queimado

Texto original: CairObserver

Tradução e adaptação: Márcia Jamille Costa | @MJamille

 

Este é um texto referente ao incêndio do Institut d’Egypte citado neste post: Mais uma perda para a Egiptologia

 

Alerta de Destruição: Institut d’Egypte (Instituto do Egito) queimado

Incêndio no L’Institut d’Egypte. Imagem disponível em < http://cairobserver.com/post/14358165423/destruction-alert-institut-degypte-burned?c98230e8 >. Acesso em 18/12/2011.

Em meio aos confrontos de hoje entre o pessoal do exército e manifestantes um coquetel molotov foi lançado em um edifício histórico na esquina das ruas Qasr el Aini e Sheikh Rihan. O edifício envolto em chamas foi a casa do Conselho de Pesquisa Egípcio – Egyptian Research Council –  (المجمع العلمي المصري) também conhecido como Institut d’Egypte. A biblioteca do prédio continha publicações originais datadas de 1798 incluindo o famoso Description de l’Egypte.

Este vídeo surreal mostra um artista pintando um retrato de Emad Effat, o pesquisador Azahar morto ontem [1]. Atrás dele o prédio do Instituto está em chamas.

Dados das Coleções [2]: A coleção consiste tanto de livros como manuscritos encadernados. Estas publicações são datadas de 1500 e vêm de doadores ilustres.   O escritor observou vários livros plates [?] de Yacub Artin Pasha, Nubar Artin Pasha, e capas estampadas indicando que alguns livros foram originalmente um presente de Muhammad Ali ou um dos seus sucessores.

Como se pode imaginar, a coleção é muito relevante em termos de obras do século XIX. Uma característica interessante é que cartas e manuscritos foram encadernados e arquivados como livros. Às vezes, estes pequenos volumes caem por trás das prateleiras, e deve-se ficar atento para encontrá-las. Vários são os trabalhos inéditos relacionados à invasão francesa em 1798, e que são dignos de estudos futuros.

A Escola Internacional de Ciência da Informação – School of Information Science (ISIS) -, um instituto de pesquisa fundada pela Biblioteca Alexandrina – Bibliotheca Alexandrina (BA).

Website: http://www.bibalex.org/ISIS/ProjectDetails.aspx?Status=ongoing&id=19

“A Biblioteca Alexandrina está tomando a iniciativa de reviver a organização do  L’Institut d’Egypte construído no Cairo por Napoleão Bonaparte há mais de 200 anos atrás. Os primeiros pesquisadores do Instituto eram responsáveis pela pesquisa, estudo e publicação dos fatos físicos, construídos e históricos sobre o Egito [3], publicando descobertas que fizeram frente com suas atividades como membros deste corpo. Eles mais tarde produziram o Description de l’Egypte. Eventualmente, o L’Institut d’Egypte se tornou o ponto de foco para trabalhos acadêmicos e busca intelectual no Egito, fornecendo tanto um espaço real  e estrutural para os discursos acadêmicos. Ele é também reconhecido como uma antiga academia de ciências e artes na Europa. L’Institut possui uma grande coleção (mais de 35 000 volumes) de raras e antigas referências, livros e periódicos em 5 línguas (árabe, francês, inglês, alemão e russo).  BA tem sugerido nove projetos para seu renascimento, entre o quais está um projeto de digitalização de toda a coleção, preservado-a e tornando-a acessível para o público. Os esforços iniciaram com a digitalização de 10 volumes do Description de l’Egypte. Outras coleções especiais foram digitalizadas como os obras completas de Voltaire (69 volumes), Des Mille Nuits et Une Nuit – Dez mil e uma Noites – (16 volumes), e Geographie Universelle – Geografia Universal – (15 volumes). Eventualmente, toda a biblioteca do instituto será digitalizada e disponibilizada para o público. Esta é a primeira tentativa de digitalizar e publicar uma coleção de tamanha raridade e valor”.

L’Institut d’Egypte. Imagem disponível em < http://cairobserver.com/post/14358165423/destruction-alert-institut-degypte-burned?c98230e8 >. Acesso em 18/12/2011.

L’Institut d’Egypte. Imagem disponível em < http://cairobserver.com/post/14358165423/destruction-alert-institut-degypte-burned?c98230e8 >. Acesso em 18/12/2011.

Para um ensaio sobre o Institut d’Egypte da Sociedade Internacional Napoleônica – International Napoleonic Society -, clique aqui. Informação em francês, aqui.

[1] Acho que este texto foi escrito no dia 17/12/2011.

[2] O link original não explica, mas creio que esta parte em questão foi retirada de outro site, possivelmente o da Bibliotheca Alexandrina.

[3] “study and publication of physical, industrial and historical facts about Egypt”

Fonte: Destruction Alert: Institut d’Egypte burned. Disponível em < http://cairobserver.com/post/14358165423/destruction-alert-institut-degypte-burned?c98230e8 >. Acesso em 18/12/2011.

 

 

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro “Uma viagem pelo Nilo”.
[Leia seu perfil]