83 sepulturas com cerca de 5 mil anos foram encontradas no Egito

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille | Instagram

Uma missão de pesquisa do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, anunciou esta semana a descoberta de oitenta e três sepulturas durante escavações arqueológicas na província de Daqahliya, que fica a cerca de 70 km da antiga cidade de Buto, atual Tell el-Fara’in. 

Daqahliya está situada no Delta do Nilo, que graças às suas grandes áreas cultiváveis é uma região povoada já desde o Período Pré-Dinástico — época anterior à unificação do Alto e Baixo Egito —. E é justamente desta época que são datadas essas covas recém-abertas. 

Um detalhe muito intrigante é que quando os arqueólogos iniciaram a limpeza do local perceberam que, pela posição de alguns ossos, aparentemente os mortos tinham sido enterrados de cócoras, em vez da posição clássica deitada. Juntamente com os ossos estavam objetos funerários, incluindo conchas de ostras.

Outra descoberta notável foram a de dois caixões feitos com argila, algo extremamente raro nesta região e período. Outro detalhe é que em três dos sepultamentos foram encontradas duas tigelas contendo kohl, um cosmético egípcio utilizado para fazer o clássico delineado negro ao redor dos olhos.

Passado e Presente: Tubo para guardar kohl

Esta pesquisa é extremamente importante porque a área do delta do Nilo, por conta da presença de vários braços de rios e consequentemente a umidade, costuma ser menos propícia para a conservação de artefatos tão antigos. Então, o descobrimento de 83 sepulturas nos dará detalhes sobre como era a vida nesta região, o que as pessoas comiam nesta época, doenças, taxas de mortalidade e ascendência. 

Fontes:

83 ancient graves discovered in Egypt’s Nile Delta. Disponível em < http://english.ahram.org.eg/NewsContent/9/40/363414/Heritage/Ancient-Egypt/-ancient-graves-discovered-in-Egypts-Nile-Delta-.aspx >. Acesso em 12 de fevereiro de 2020. 

83 ancient graves discovered in Egypt’s Daqahliya Governorate. Disponível em < https://www.egyptindependent.com/83-ancient-graves-discovered-in-egypts-daqahliya-governorate/ >. Acesso em 13 de fevereiro de 2020.

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]