Uma tarde agradável com os leitores em São Paulo

Certa vez li que o brasileiro Paulo Freire, educador, pedagogo e filósofo, escreveu a seguinte frase:

Aos professores, fica o convite para que não descuidem de sua missão de educar, nem desanimem diante dos desafios, nem deixem de educar as pessoas para serem ‘águias’ e não apenas ‘galinhas’.

Qual educador que ama a sua profissão não deseja isso? O mesmo serve para os divulgadores de ciência na internet, grupo ao qual faço parte. Muitos de nós não divulgamos o nosso trabalho por simples deleite, porque é legal (embora exista sim uma magia aí) ou porque acordamos um dia e resolvemos ligar a câmera e passar o tempo. Queremos que as pessoas tornem-se mais esclarecidas, que entendam o mundo e no caso da Arqueologia que entendam porque o mundo está como se encontra hoje.

Todos os dias é uma luta trabalhar com a divulgação da ciência na internet. Só trabalho com o Arqueologia Egípcia até hoje porque amo o que faço, o site já faz parte da minha identidade, mas seria mentira se eu falasse que eu não já tinha pensado em deixar tudo para lá, fechar o AE e voltar para a solidão das bibliotecas.

Mas tem algo que motiva-me a escrever textos, procurar fotos, realizar traduções, organizar roteiros, madrugar gravando e editando vídeos: São os leitores do AE, indivíduos advindos de diferentes contextos sociais e até de países distintos. É muito acalentador receber uma mensagem cheia de afeto e consideração e é extremamente divertido saber que um leitor de longa data entra em contato para avisar que acabou de passar no vestibular, que está trabalhando na Arqueologia ou que, sei lá, acabou de ter um bebê. É nesses momentos que percebemos que fazemos alguma diferença na vida das pessoas.

Viajar para São Paulo este ano foi um “acidente de percurso” e como eu estava indo para lá somente para curtir resolvi ver se tinha como encaixar em pouco tempo um miniencontro com leitores. Lancei a ideia no AE e surgiram alguns interessados.

Mas o que pouca gente sabe é que eu sou PÉSSIMA para organizar coisas, é tanto que sempre choramingo para meus amigos me ajudarem (não sei, mas tenho a impressão que admitir isso no blog pode afastar propensos empregadores). Sério! Só que em São Paulo desta vez eu estava levando somente a Sandrine (camerawomen e puxadora de orelhas) e mais ninguém. Foi assustador.

Porém, contrariando as minhas preocupações foi tudo extremamente tranquilo e me assustei ao ver que alguns leitores tinham chegado com uma hora de antecedência.

O dia estava muito abafado e minha garganta estava inflamada (mais cedo naquele mesmo dia acordei sem voz), mas consegui superar e curtir o momento batendo um papo descontraído e respondendo perguntas.

O encontro foi no café da Casa das Rosas, na Avenida Paulista. Fiquei sabendo dias depois que o atendimento no local pode ser um pouco deprimente e de fato presenciamos levemente isso, entretanto dois funcionários foram extremamente simpáticos e ao perceberem que estávamos gravando nos deixaram à vontade, retornando somente quando viram que a câmera estava desligada (há! pensaram que eu não notei isso hem!!!).

Na ordem: Juliana, Carol, Simone e Edna.

Tiago.

Foi muito cativante ver personalidades tão diferentes unidas pela mesma paixão, que é a antiguidade egípcia. Foi um diferente aprendizado para mim: observar de fato o poder da internet; parece uma coisa óbvia, mas não é de forma alguma! O mundo e as experiências que ela nos proporciona definitivamente são únicos.

Máscara do Tamer utilizada para entreter as crianças em palestras… Mas que foi a estrela do encontro.

Fael e eu segurando um presente do Tamer.

Soseriana que sou evocando meu patrono.

Um dos catálogos presenteados pela Contextos Arqueologia para o sorteio entre os participantes. Obrigada Contextos!

E ainda tem gente que insiste no argumento de que jovem não lê.

Agora eu quero mais encontros gente! Gostei de poder ver cara a cara as pessoas por trás da tela do computador. Escutar o que elas têm a dizer, suas aspirações e curiosidades.

Por fim, segue o vídeo especial do encontro:

Youtube | Facebook | Instagram | Twitter

Agradecimentos:

A Contextos Arqueologia (www.contextosarqueologia.com.br) por ter disponibilizado duas cópias do “Catálogo do acervo arqueológico e histórico da reserva técnica da superintendência do IPHAN em Sergipe” para um sorteio e flyers “Conhecendo a Arqueologia” para distribuir entre os presentes.

Ao Tamer Brazily, por também ter cedido itens para sorteio (marcadores de livros feitos de papiro).

E a todos que compareceram: a Iara (que é uma amiga que conheci no Chile), Juliana, Carol, Simone, Leialdo, Fael, Tiago, Tamer e Edna.

Avatar

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia.

One thought on “Uma tarde agradável com os leitores em São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *