Visitando sítios arqueológicos submersos em Assassin’s Creed Odyssey

Finalmente lá no canal abordei um dos conteúdos mais pedidos pela comunidade do Arqueologia pelo Mundo: O jogo Assassin’s Creed Odyssey!
E sim, eu sei que alguns de vocês querem que eu comente também o Origins, mas não se preocupem, irei fazer isso… Só precisam ter um pouco de paciência com meu pc galera… Quem já assistiu ao vídeo viu que sofri altos perrengues com meu computador, mas até que isso deu certo charme 😅.

Esse vídeo não é uma gameplay clássica. O que faço é passear pela ilha de Cefalônia mostrando alguns detalhes curiosos em termos de arqueologia, especialmente arqueologia subaquática.

O jogo se passa durante a época da Guerra do Peloponeso, travada entre as cidades de Atenas e Esparta. A Ubisoft mandou muito bem na ambientação histórica e foi exatamente por isso que resolvi usar esse jogo como guia para mostrar alguns tipos de sítios arqueológicos. E de bônus ainda visitamos uma doca seca! Eu realmente nunca tinha visto uma no jogo e foi legal poder mostrá-la para vocês.

*Aquele momento delícia em que o jogo travou 😂”

E a reação de alguns de vocês foi simplesmente ótima!

Sim! NASA, se prepara que o Arqueologia pelo Mundo terá seu momento de glória!
Fico feliz por ter te feito feliz!
💜

E o meu amigo, o Vini, deu um exemplo bem interessante de como construções acabam ficando submersas de forma bem parecida ao que mostro no jogo:

E só lembrando! Se vocês gostam de games e Arqueologia, eu iniciei a série “Aventuras na Arqueologia” lá no canal! Segue a playlist: