Chegou na Caixa-Postal: livros de ficção sobre o Egito Antigo

Realizei mais um unboxing no canal do Arqueologia Egípcia. Desta vez foram dois livros escritos por uma leitora, a Tânia Carvalho. Não é a primeira vez que recebo livros escritos por um leitor (e espero que não seja a última 😀 ). Isso me enche de orgulho.

Por hora não planejo realizar uma resenha, mas já marquei um deles no Skoob. Abaixo o unboxing:

Já estou curiosa para ler a trama em que a protagonista, a Maatkare, irá se envolver. O primeiro livro chama-se “Um mergulho para o Alto” e o segundo “Um mergulho no tempo”. Ainda existe um terceiro, publicado em formato e-book.

A diagramação está linda e entre os espaçamentos de cena (acho que é assim que se chama) tem o hieróglifo para água (não sei se foi proposital), dando um toque especial.

Quem tiver interesse em conhecer mais sobre as obras é só acessar o site da trilogia: www.mergulhonotempo.com.br

Quer saber o que mais chegou na minha Caixa-Postal? Então clique aqui.

Princesa Isabel, astecas, aeroporto e hieróglifos: tudo no mesmo pacote

Então, vocês sabem que recentemente estive em São Paulo (clique aqui e leia um post no Café Néftis onde conto mais detalhes sobre alguns passeios que fiz lá). Passei cerca de uma semana, mas sinceramente não deu para visitar muita coisa…

Bom, como o nosso dia de volta seria todo em aeroportos (primeiro em Guarulhos, depois uma eternidade em Salvador) resolvi procurar por algum livro interessante para comprar, nunca se sabe o que podemos achar. Acabou que comprei um livro sobre a civilização asteca. Há anos não leio nada sobre o tema, mas como li na bio do autor, o Marco Antônio Cervera Obregón, falando que ele é arqueólogo, resolvi arriscar e comprar a obra.

Também comprei “A história da Princesa Isabel”, da Renata Echeverria. Os livros biográficos de personalidades históricas brasileiras são tão cheios de sensacionalismo e complexo de vira-lata que fiquei muito desconfiada se eu comprava ou não (eu poderia dar dois exemplos bem famosinhos e que fazem historiadores se contorcerem de tristeza, mas não… Prefiro não dar ibope). Para variar, muitos materiais que escrevem sobre a Isabel usam discursos anti-monarquistas (pera lá, não vá achando que sou monarquista ok? Mas acho feio ficar usando discursos ideológicos preconceituosos para denegrir as pessoas) e as vezes extremamente misóginos, vendendo uma imagem de uma princesa manipulável e fanática religiosa. Entretanto, dei uma passada no Skoob para ver se existia alguma resenha e vi somente uma, a de um senhor que falou muito bem do material e fez questão de exaltar que o livro não tem a velha bobagem de querer sujar a imagem da monarca. Então comprei. Espero muito que esse moço tenha sido sincero.

E ao chegar em casa ainda tinha um pacote esperando a fia aqui (Uhuu!). Era da nossa parceira, a Chiado Editora. A cortesia é o livro “Gramática Fundamental de Egípcio Hieroglífico para o estudo do estágio inicial da língua egípcia (de 3000 a 1300 a.C.)”, do Ronaldo Gurgel Pereira (já comentei sobre ele aqui). Em breve escreverei uma resenha sobre o mesmo. Aguardem.

Tudo isso e mais está no vídeo abaixo e não esqueçam de inscrever-se no meu canal. Ele é independente do Arqueologia Egípcia. É só clicar aqui e ser feliz <3 .

Youtube | Facebook | Instagram | Twitter

Clube do livro + reunião de blogueiras (os): especial Bruna Vieira

Pois é, meu último sábado foi bem agitado. Quem me acompanha pelo meu instagram (@marciajamille) ficou sabendo que no dia 18/10 fui para o clube do livro da Fun Party, cujo tema foi a autora Bruna Vieira. Lá também rolou a reunião de blogueiras (os) que ocorreu na Livraria Saraiva do Shopping Riomar.

Os leitores que compraram o meu livro Uma viagem pelo Nilo verá que eu cheguei a usar uma citação da Bruna Vieira para ilustrar o capítulo 06, onde comento acerca dos sonhos e dificuldades de alguns alunos em tornarem-se egiptólogos. Coincidentemente no mês passado ela veio para a cidade em que moro para lançar o livro dela e logicamente fui para conhecê-la pessoalmente. Exatamente um mês depois foi realizada esta reunião literária e ela foi o foco.

Como cheguei meia hora atrasada aproveitei para passar um tempo no Café Feito a Grão, já que ouvi falar muito bem de lá e nunca me dignei a ir. Rolou até uma situação engraçada porque vi na internet que eles fazem desenhos especiais no capuccino à grão, o que me deixou louca de vontade de comprar um com um tema egípcio, claro! O problema é que o cozinheiro responsável pelos desenhos não foi justamente naquele dia, mas a garçonete prometeu que iria tentar fazer um cachorrinho para mim… Ok… Cachorrinho… Anúbis… Dava para enrolar. Entretanto, quando chegou senti a confusão ao tentar entender o que era o tema da ilustração. Cachorro com certeza não era:

A photo posted by @marciajamille on

Para quem imaginou que poderia ser um dinossauro eu também pensei que poderia ser, mas não, é um beija-flor tá! O resultado foram boas gargalhadas, sem maldade.

Finalmente com a barriga cheia fui para as reuniões, que já estava na parte em que cada blogueira (o) estava se apresentando. Daí só foi muita rizada o resto da tarde começando da hora em que me apresentei: as reações foram no mínimo interessantes, com direito a eu me levantar para mostrar minhas tattoos para o pessoal.

Seguidamente fui sorteada para participar do quiz sobre dois dos livros da Bruna Vieira da série “Meu primeiro blog” e acertei a maioria das perguntas, mas ao errar uma fui desclassificada.

Foto retirada do blog Leitura 3D

Foto retirada do blog Ta Permitido.

A garota que me substituiu venceu a competição e ganhou uma camiseta personalizada com temas dos livros. Não sou uma má perdera, mas eu deixei claro que ia postar uma foto dela para vocês, meu queridos leitores e leitoras, encherem a casa da moça de gafanhotos e rãs. Fiquem a vontade, por favor!

Depois ocorreram sorteios e eu ganhei uma ecobag do blog www.tapermitido.com em parceria com o www.trajetoaleatorio.com.br, justamente a que eu queria, já que a alça dela lembra uma estampa de leopardo e sabe como é né… Vou usá-la para dizer que faz parte do meu seten. Estão pensando o quê? Moda egípcia faz sucesso até hoje!

Só acho que eu devia ter disfarçado mais minha felicidade…

E rolou também pose a la egípcios com a bolsa do Ta Permitido e do Trajeto Aleatório:

Sinceramente achei que eu e o Arqueologia Egípcia íamos ficar deslocados, mas preciso reiterar o que comentei no Instagram, que o pessoal foi muito carinhoso e simpático comigo.

E conheci até uma Ísis lá, com direito a colar e tattoo de Ankh (cliquem porque vocês precisam ver a foto das tattoos):

A jornalista mais louca (no sentido bom) que já conheci:

E estes fofos. A garota chama-se Jamille também:

Já fiquei sabendo que existem até vídeos… Inclusive do meu quiz. Nossa, eu espero não ter dito muito palavrão…

Quem organizou a reunião foi a Fun PartyBangerz Conteúdo Criativo e os blogs Amantes por Livros, Trajeto Aleatório e Ta Permitido.

As demais fotografias sem legendas foram tiradas por mim e pela Márcia Sandrine.