Lançamento de livro sobre Arqueologia: Arqueologia de gênero

Arqueologia de gênero:

Arqueologia de gênero_Karla Fredel“Arqueologia de Gênero nas cidades de Pelotas – RS – Brasil E Habana Vieja – Habana – Cuba / Século XIX”. É o título da tese de doutorado de Karla Maria Fredel. Assim as cidades envolvidas no trabalho, abrigavam as unidades domésticas onde estavam o material arqueológico, a louça colonial, objeto de estúdio da autora. Em Pelotas , a residência Francisco Antunes Maciel e em Habana Vieja, a casa Prat Puig. Para este trabalho, Karla Fredel definiu como objetivo geral,a obtenção de entendimento sobre a vida cotidiana de sociedades oitocentistas situadas nas localidades citadas, através de analises de sua louça doméstica. Neste sentido foram analisados os artefatos pertencentes a cada segmento humano, bem como os espaços pertinentes aos mesmos dentro das edificações, caracterizando esta ultima abordagem, em uma pratica da Arqueologia da Arquitetura. Ainda, dentro da contextualização histórica, a obra traz enfoques sobre as realidades socioeconômicas e culturais da época, quando ambas sociedades iniciavam-se em uma nova etapa dentro da ótica capitalista.

Dentro desta realidade histórica, a autora definiu alguns aspectos como temas importantes, como:

  • Sociedades edificadas/patrimônio edificados /poder (arqueologia da arquitetura);
  • Diversidades sociais (estratificação social);
  • Códigos e comportamentos sociais e culturais;
  • Realidades femininas e subalternas dentro das sociedades patriarcas;
  • Realidades domésticas e cotidianas;
  • Sistemas produtivas e consumistas;
  • Características das espacialidades internas e externas das edificações.

A obra, portanto, contribui na interação da história e da arqueologia nas sociedades modernas dentro das realidades temporais e espaciais das localidades contextualizadas (Sinopse: Habilispress).