Artigos e Teses

Dos Textos das Pirâmides aos Textos dos Sarcófagos: a “democratização” da imortalidade como um processo sócio-político – Maria Thereza David João | Português |

O tema central deste trabalho é o pensamento religioso egípcio acerca da morte,privilegiando a análise da literatura funerária conhecida como Textos das Pirâmides e Textos dos Sarcófagos. A apropriação por particulares de textos outrora destinados a prover a imortalidade régia é conhecida pelos estudiosos como “democratização” da imortalidade, e é justamente este processo que interessa de forma direta aos objetivos desta dissertação.

Escrevendo em hieróglifos – Moacir Elias Santos | Português |

A língua egípcia é formada por um grande número de sinais que no estágio conhecido como Médio Egípcio inclui aproximadamente setecentos hieróglifos. As imagens podem ser agrupadas dentro de diversas categorias, que apresentam figuras humanas, diversas classes de animais, plantas, edificações, objetos inanimados, entre muitas outras. Mas como seria possível, dentre tantos sinais, saber onde começa uma frase? (…) basta olhar para onde qualquer uma das figuras animadas está direcionada, seja ela uma mulher sentada ou um pato em pé.

Recriando e Divulgando o Egito Antigo no Brasil – Moacir Elias Santos| Português |

Antiguidades egípcias não são muito comuns em terras brasileiras, mas desde 1826, a partir da compra de uma coleção de artefatos egípcios e greco-romanos efetuada pelo imperador D. Pedro I, dispomos de múmias humanas e de animais, ataúdes, estelas funerárias, estatuetas de bronze, madeira, faiança, entre outros materiais no atual Museu Nacional, no Rio de Janeiro. Esta coleção foi enriquecida com algumas doações, como as peças que Dom Pedro II, que era um entusiasta nos estudos da sociedade egípcia, recebeu como presente durante suas andanças pelas terras do Nilo nos anos de 1871/72 e 1875/76.

Textos da religião de Aton – Paulo Carreira | Português |

Tal como o seu título indica, o presente trabalho lida com textos que se referem a um deus, Aton de seu nome. Logo numa primeira leitura se vê que são fundamentalmente de três tipos distintos: hinos ao deus, petições ao rei, visto como ponte essencial e única para esse mesmo deus, e discursos do próprio rei.

A Arqueologia histórica em uma perspectiva Mundial – Pedro Paulo A. Funari | Português |

A Arqueologia das sociedades com escrita tem uma grande tradição na disciplina, em particular no estudo das grandes civilizações fundadoras do “Ocidente”, como as Arqueologias Clássica, Bíblica, Egípcia e Médio Oriental. Contudo, o termo “Arqueologia Histórica” tem sido usado, em particular na América do Norte, para referir-se ao estudo de um período histórico específico, o moderno (sensu anglico, i.e. do século XV em diante, Deetz 1977), em geral nas Américas.

The Queens of Egypt – The Complexities of Female Rule in the First Through the Nineteenth Dynasty – Rachel V. Hamar | Inglês |

Egito é uma fascinante antiga terra de mistérios; infelizmente, os mistérios que fazem o Egito tão fascinante para os estudiosos são em parte devido a escassez de registros. Os historiadores e arqueólogos devem contar com os por vezes escassos bits (?) e artefatos que são tudo o que resta do passado distante do Egito. A escassez de fontes primarias, muitas vezes força os egiptólogos a complementar seu conhecimento com fontes secundárias que devem se examinadas com precisão (…)     

Corpo e Egiptomania no Brasil – Margaret M. Bakos | Português |

Este artigo sintetiza uma palestra oferecida no XII Ciclo Anual de Debates do LHIA, em novembro de 2002, com a temática Olhares do Corpo. (…)
O objeto do projeto é a investigação sobre a apropriação e a reinterpretação de elementos da cultura egípcia, com vistas à criação de novos significados e usos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resolva o problema para publicar o seu comentário. * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.