【Artigo】Interações culturais e fronteiras étnicas no Novo Império egípcio

Distâncias egípcias, encontros núbios: interações culturais e fronteiras étnicas no Novo Império egípcio | Fábio Amorim Vieira | Português | Caracterizado pelos expressivos contatos egípcios com povos estrangeiros, o período denominado de Novo Império, entre 1580 e 1080 a. C., fornece evidências do processo de estabelecimento de relações étnicas e intercâmbios culturais entre os povos do Egito e os seus vizinhos estrangeiros do sul, na Núbia. Este artigo anseia perceber as fronteiras Leia mais [...]

【Artigo】 Aplicação da Arqueologia de Ambientes Aquáticos no contexto do Egito Antigo

Dádiva do Nilo: um ensaio da Aplicação da Arqueologia de Ambientes Aquáticos no contexto do Egito Antigo | Márcia Jamille Nascimento Costa e Gilson Rambelli (em português): As investigações relacionadas com sítios arqueológicos de natureza aquática no Egito tiveram início há mais de um século, com a descoberta dos barcos de Dashur e o antigo porto de Pharos, contudo os estudos sobre essa temática ainda estão se desenvolvendo no país. A falta desse conhecimento voltado especificamente Leia mais [...]

【Artigo】 A Egiptomania e o caso do Brasão de Campinas

“LABORE VIRTUTE CIVITAS FLORET”: A Egiptomania e o caso do Brasão de Campinas | Gabriela Pratavieira de Oliveira (em português): Dentre as diversas possibilidades de reapropriação da Antiguidade Oriental está uma das, talvez, mais importantes, curiosas, exóticas e utilizadas: a antiga civilização egípcia. Seus hieróglifos, pirâmides, múmias e muitos outros símbolos são frequentemente reapropriados, reaproveitados por outras sociedades, que lhes atribuem significados diferentes Leia mais [...]

【Artigo】 Os estudos demóticos e a possibilidade de uma nova Egiptologia

Os estudos demóticos e a possibilidade de uma nova Egiptologia | Thais Rocha da Silva (em português): Este texto apresenta os estudos demóticos e os novos desdobramentos desse campo na última década para um público brasileiro que ainda não tem acesso a esses documentos e ao campo de pesquisa propriamente dito. Ao mesmo tempo, debato o seu desenvolvimento relacionado à origem e ao estabelecimento da Egiptologia como ciência ao longo dos séculos XIX e XX. Obtenha o artigo: Os estudos Leia mais [...]

【Artigo】 Ações restauradoras de Tutankhamon

Ações restauradoras de Tutankhamon: a retomada de Tebas como principal centro religioso do Egito após a reforma amarniana | Vanessa Fronza (em português): Durante seu governo, o faraó Akhenaton (1352 – 1336 a.C.) promoveu a reforma amarniana, fundando uma nova capital, que deslocou o centro de poder de Tebas para Akhetaton. Quando Tutankhamon (1336 -1327 a.C.) torna-se faraó ocorre a restauração da religião egípcia tradicional,descrita na fonte conhecida como Estela da Restauração.Seu Leia mais [...]

【Artigo】 A Alexandria antiga refletida pelo olhar romano

A Alexandria antiga refletida pelo olhar romano | Joana Campos Clímaco (em português): Além de Roma, nenhuma cidade no Alto Império romano foi mais caracterizada e criticada por escritos de fora do que Alexandria. As imagens produzidas no período romano criaram representações da cidade que a historiografia contemporânea perpetua: uma cidade linda, turbulenta e enorme, que ficava atrás apenas de Roma. O objetivo desse artigo é discutir como as imagens associadas à grandeza e prosperidade Leia mais [...]

【Artigo】 Entre sarcófagos e templos: a cultura material do Egito ptolomaico

Entre sarcófagos e templos: a cultura material do Egito ptolomaico | Thiago do Amaral Biazotto | Português Ao longo das últimas décadas, o estudo da História Antiga tem sido renovado a partir de duas prerrogativas básicas: uma preocupação cada vez mais aguçada com o contexto de formulação de seus cânones, admitindo no mais das vezes que os saberes acerca do Mundo Antigo têm sido reconstruídos de forma a atestar e sustentar uma irrefutável superioridade européia sobre os demais territórios Leia mais [...]

【Artigo】O Saque de Tumbas

  O Saque de Tumbas no Tempo dos Faraós - Moacir Elias Santos| Português |   Algumas das tumbas da necrópole tebana descobertas por antiquários e saqueadores, no século XIX, apresentavam um contexto perturbado, resultado da ação de antigos roubos. Neste trabalho, nos concentraremos em entender a ocorrência dos saques, bem como as tentativas de contê-los, tomando como exemplo a vila de Deir el-Medina, onde residiam os trabalhadores que construíam e equipavam as tumbas.   Obtenha Leia mais [...]

【Tese】Ushabts do Museu Nacional

Os servidores funerários da coleção egípcia do Museu Nacional: Catálogo e interpretação - Cintia Alfieri Gama | Português |   O uso da magia para suprir as necessidades do morto, e melhorar a sua existência na vida após a morte, levou à criação de um numeroso grupo de imagens no equipamento funerário. Dentre estas estão as estatuetas funerárias que são conhecidas por três nomes alternativos shabti, chauabti e ushabti. O significado das estatuetas era complexo, e mudou Leia mais [...]

【Banner】Ensaio sobre Ankhesenamon

Breve ensaio sobre a Terceira princesa de Amarna – Márcia Jamille N. Costa| Português | Banner apresentado em 2008 no Workshop de Xingó, ele fala do selo “pa-aton” encontrado na KV-63 ao qual foi sugerido uma ligação com a rainha Ankhesenamon, que outrora chamava-se Ankhesenpaaton. Ankhesenamon foi a única esposa do faraó Tutankhamon e provavelmente uns dos últimos vínculos da realeza com o período Amarna. Obtenha o banner: Breve ensaio sobre a Terceira princesa de Amarna Leia mais [...]

(Tese)Textos das Pirâmides aos Sarcófagos

Dos Textos das Pirâmides aos Textos dos Sarcófagos: a “democratização” da imortalidade como um processo sócio-político – Maria Thereza David João | Português | O tema central deste trabalho é o pensamento religioso egípcio acerca da morte,privilegiando a análise da literatura funerária conhecida como Textos das Pirâmides e Textos dos Sarcófagos. A apropriação por particulares de textos outrora destinados a prover a imortalidade régia é conhecida pelos estudiosos como “democratização” Leia mais [...]

【Artigo】Escrevendo hieróglifos – Moacir

  Escrevendo em hieróglifos – Moacir Elias Santos | Português | A língua egípcia é formada por um grande número de sinais que no estágio conhecido como Médio Egípcio inclui aproximadamente setecentos hieróglifos. As imagens podem ser agrupadas dentro de diversas categorias, que apresentam figuras humanas, diversas classes de animais, plantas, edificações, objetos inanimados, entre muitas outras. Mas como seria possível, dentre tantos sinais, saber onde começa uma frase? (…) Leia mais [...]

【Artigo】Recriando o Egito no Brasil

  Recriando e Divulgando o Egito Antigo no Brasil – Moacir Elias Santos| Português |   Antiguidades egípcias não são muito comuns em terras brasileiras, mas desde 1826, a partir da compra de uma coleção de artefatos egípcios e greco-romanos efetuada pelo imperador D. Pedro I, dispomos de múmias humanas e de animais, ataúdes, estelas funerárias, estatuetas de bronze, madeira, faiança, entre outros materiais no atual Museu Nacional, no Rio de Janeiro. Esta coleção foi enriquecida Leia mais [...]

【Artigo】 Corpo e Egiptomania no Brasil

Corpo e Egiptomania no Brasil – Margaret M. Bakos | Português | Este artigo sintetiza uma palestra oferecida no XII Ciclo Anual de Debates do LHIA, em novembro de 2002, com a temática Olhares do Corpo. (…) O objeto do projeto é a investigação sobre a apropriação e a reinterpretação de elementos da cultura egípcia, com vistas à criação de novos significados e usos. Obtenha o artigo: Corpo e Egiptomania no Brasil Leia mais [...]