Egito fará festa de abertura de antiga avenida usada pelos faraós

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram

O Ministério de Turismo e Antiguidades do Egito anunciou no último dia 5 de novembro que iria inaugurar a Avenida das Esfinges (Estrada Kebbash), que basicamente é um longo corredor de crioesfinges (esfinges com cabeças de carneiro) que liga o templo de Karnak e Luxor. Essa estrada tem 2,7 quilômetros de extensão e passou por um longo programa de restauros. Agora ocorrerá sua inauguração, que será uma celebração de várias semanas. 

Foto: Hiveminer

Os trabalhos para a elaboração desses eventos estão em andamento no momento e ruas e praças estão sendo preparadas para essa cerimônia. O Ministério espera receber personalidades internacionais e locais.

Mas, a parte mais incrível vem agora: o supervisor do projeto de restauração explicou que essa cerimônia vai remeter a uma festa que era realizada nos tempos dos faraós, o Festival Opet. O Opet era realizado anualmente no início do ano egípcio, especialmente durante o Novo Império e envolvia sacerdotes carregando embarcações que levavam em seu interior divindades egípcias, mais especificamente Amon, Mut e Khonsu. Nesse evento era celebrada a regeneração do faraó como filho de Amon. 

O restauro do corredor das esfinges incluiu a remontagem de estátuas que estavam quebradas, assim como a instalação de imagens que foram descobertas durante os trabalhos que foram realizados na região.

As datas exatas para essas celebrações ainda não foram dadas, mas certamente cobrirei por aqui todos os detalhes. 

Fontes: 

Inauguração da Rams Road de Luxor dentro de algumas semanas: oficial. Disponível em < https://www.egyptindependent.com/luxors-rams-road-inauguration-to-take-place-in-a-few-weeks-official/ >. Acesso em 6 de novembro de 2021. 

Al-Kebbash Road renovation: The largest world project. Disponível em < https://www.egypttoday.com/Article/4/109553/Al-Kebbash-Road-renovation-The-largest-world-project >. Acesso em 6 de novembro de 2021. 

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]