Egiptolizando: Barbie versão Cleópatra

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille

 

Uma dica para os pesquisadores envolvidos no estudo da Egiptomania: em setembro deste ano foi lançada nos EUA uma Barbie versão Cleópatra, especial para colecionadores.

Desenhada por Linda Kyaw, designer da Mattel, a Barbie Doll as Cleopatra retrata uma das mais afamadas rainhas da era faraônica vestidas com roupas extravagantes que consiste em duas capas (uma na cor branca e outra na cor laranja), uma saia longa de cor verde e detalhes de cor dourado e cobrindo os seios a sua própria coroa. É uma peça bacana para aqueles sem preconceituosos com a irrealidade histórica.

 

 

Não é a primeira vez que a Mattel faz uma homenagem a rainha ptolomaica, quem confere o blog já viu aqui uma postagem sobre a Barbie Elizabeth Taylor in Cleopatra.

Como a sua antecessora o preço da Barbie Doll as Cleopatra é bastante salgado, ficando por cerca de US$100. 

 

E o que acharam?

 

Série árabe sobre Cleópatra é criticada

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille

 

Já faz algum tempo que publiquei aqui que Angelina Jolie irá interpretar a lendária Cleópatra, agora outra novidade é que este mês de Ramadã foi lançada uma novela síria retratando a vida da rainha.

O Ramadã é um período sagrado para as famílias muçulmanas, e a cada ano séries de TV são preparadas para esta época, que é um tempo para a reflexão e um momento em que todas as famílias estão reunidas em casa, mas parece que este ano os produtores erraram, e o que era para ser uma oportunidade de mostrar um momento histórico acabou virando uma piada.  

A série, intitulada “Cleópatra” buscou retratar a vida da última governante da era faraônica, Cleópatra VII (Dinastia ptolomaica), e estava sendo muito aguardada pelos espectadores já que é a primeira produção árabe a se preocupar em mostrar ao público a história da rainha. Apesar da expectativa a novela acabou sendo criticada pelo o principal representante das antiguidades do Egito, Dr. Zahi Hawass, o qual a denominou como surreal – não somente em termos de figurinos, mas como também nos fatos históricos.

 

Imagem em moeda de Cleópatra segurando seu primeiro filho.

 

A novela não foi vista com maus olhos somente pela a comunidade de arqueólogos e egiptólogos, o crítico de cinema Tarek Al- Shennawi atacou a produção como sendo “um crime contra a arte”.

A atriz escolhida para interpretar a rainha foi a síria Soulaf Fawakherji, que possui algumas semelhanças com Elizabeth Taylor (que interpretou Cleópatra em 1963). Esta não é a primeira vez que uma produção sobre a vida da rainha é criticada, o filme brasileiro “Cleópatra” (2007) foi vaiado várias vezes durante o Festival de Brasília, inclusive durante o momento em que recebia o prêmio de melhor filme.

 

Soulaf Fawakherji como Cleópatra

Soulaf Fawakherji como Cleópatra

 

 

 

Veja o trailer abaixo:

 

 

(Documentário) Cleópatra

Cleópatra, a última governante do Egito. Uma bela rainha que seduziu Júlio César e Marco Antônio, os dois homens mais poderosos do mundo. E mesmo assim, por toda uma terra repleta de estátuas e templos antigos, existe apenas uma escultura de Cleópatra que continua intacta. Então, por que a imagem da rainha mais famosa da história desapareceu da face da Terra e quem é o responsável por sua remoção? Uma equipe internacional de especialistas revela como o lendário poder de sedução de Cleópatra fez sua memória ser sistematicamente apagada. (National Geographic Channel Brasil)

 

Imagem em moeda de Cleópatra segurando seu primeiro filho.

 

Canal: National Geographic (Brasil)

Segunda-Feira 26 de Julho 12h30min

 

Reprise:

Segunda-Feira 2 de Agosto 12h30min

Angelina Jolie interpretará Cleópatra

Por Márcia Jamille N. Costa

Na última sexta-feira (11/06/10) foi anunciado que a vencedora do Oscar por “Garota Interrompida” (1999) e protagonista de filmes como “O Colecionador de Ossos” (1999) e “Amor sem Fronteiras” (2003) irá ser a rainha Cleópatra VII em um filme biográfico intitulado “Cleopatra: a life” escrito por Stacy Schiff.

Moeda com face de Cleópatra.

 

Embora tenha existido criticas sobre a cor da pele da rainha Cleópatra VII quando foi interpretada por Elisabeth Taylor em 1963 (o que aparentemente teve uma resposta com a produção de um filme sobre a governante que foi interpretada pela chilena Leonor Varela em 1999) é sabido que de acordo com a literatura Cleópatra era de linhagem grega da macedônia, mantendo-se assim por gerações, já que sua família, quando recebeu o direito de governar como soberana do Egito, praticava o incesto.

Angelia Jolie no filme "Alexandre" interpretando "Olímpia".

Diversas atrizes célebres interpretaram a última rainha da era faraônica e a adição de Angelina na lista parece ter tido uma resposta positiva. “Ela tem a aparência perfeita para o papel” declarou o produtor do filme Scott Rudin ao programa de TV Us Today, “o filme está sendo criado para ela e com a sua ajuda”. As filmagens ainda não tiveram inicio e não há uma previsão para o lançamento do filme.

Busto de Cleópatra II no Altes Museum de Berlin.

Busto de Cleópatra II no Altes Museum de Berlin.

(MTV.com)