Autoridades descobrem e autentificam 11 artefatos roubados

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille

 

O Ministro das Antiguidades autenticou onze artefatos escondidos por salteadores e que foram posteriormente descobertos por inspetores em Houd Barhoum, Meet Rahina, Giza.

Em um comunicado na quinta-feira, o Ministro das Antiguidades, Ahmed Eissa, disse que as peças confiscadas datam das eras gregas e romanas, e que elas serão postas em armazéns do ministério em Meet Rahina, onde foram originalmente roubadas.

Eissa disse que ele está ansioso para recuperar antiguidades roubadas em meio a falta de segurança que se seguiu à revolução de 25 de janeiro.

Situações de roubos de artefatos só ocorrem porque existe um público avido para adquirir peças arqueológicas, mas isto constitui um crime tanto no Egito, como no Brasil. Não comercialize e nem compre peças arqueológicas.

Fonte:

Tradução parcial de: Authorities discover and authenticate 11 stolen artifacts. Disponível em < http://www.egyptindependent.com/print/1797781 >. Acesso em 30 de maio de 2013.

Hawass está proibido de sair do Egito

 

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille

 

Esta semana recebi via Twitter o recado de que o Dr. Zahi Hawass, ex-secretario geral do Supremo Conselho de Antiguidades (SCA) e ex-ministro das antiguidades do Egito, está proibido de realizar viagens para fora do país. Esta é uma suspensão vinda do atual governo que está investigando Hawass por corrupção (veja mais aqui).

No dia 15 de Agosto de 2011 Hawass publicou uma mensagem em seu blog afirmando que está batalhando contra as acusações que estão sendo realizadas contra ele, ao mesmo tempo em que está se dedicando a sua vida privada e escrevendo novos livros.