Hermanoteu no Egito: uma sátira ao Êxodo

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille

Um grupo de comédia do Brasil chamado “Os Melhores do Mundo” (nome para provocar um deboche, já que mesmo eles falam que ninguém é melhor que ninguém) possui uma peça chamada “Hermanoteu na terra de Godah” que conta a história de um homem que peregrina em nome de Deus em busca da terra de Godah, e assim pregar a palavra do Senhor aos seus habitantes, mas ele se depara com inúmeros problemas após encontrar o Diabo.

 

Hermanoteu na terra de Godah. Adriana Nunes como Cleópatra.

Recheada de humor negro e muitos palavrões “Hermanoteu na terra de Godah” ainda consegue uma comédia de qualidade, para o deleite de muitos dos seus espectadores.

Durante a sua busca pela a terra de Godah, Hermanoteu passa pelo o Egito, e encontra Isaac, o último hebreu escravizado [1]. Abaixo o vídeo :

“Os Melhores do Mundo” são realmente muito bons, caso queira ver a peça completa (e de acordo com o DVD – que também está à venda – de “Os Melhores do Mundo”) clique nos links abaixo:

Os Melhores do Mundo: Hermanoteu na terra de Godah (Parte 1/9)
Os Melhores do Mundo: Hermanoteu na terra de Godah (Parte 2/9)
Os Melhores do Mundo: Hermanoteu na terra de Godah (Parte 3/9)
Os Melhores do Mundo: Hermanoteu na terra de Godah (Parte 4/9)
Os Melhores do Mundo: Hermanoteu na terra de Godah (Parte 5/9) (Egito)
Os Melhores do Mundo: Hermanoteu na terra de Godah (Parte 6/9)
Os Melhores do Mundo: Hermanoteu na terra de Godah (Parte 7/9)
Os Melhores do Mundo: Hermanoteu na terra de Godah (Parte 8/9)
Os Melhores do Mundo: Hermanoteu na terra de Godah (Parte 9/9)

[1] Não foi encontrada pistas de escravização de hebreus no Egito. Um hieróglifo encontrado na “Estela de Merneptah” pode ser a única prova de que ao menos os egípcios tiveram um contato bélico com os israelitas, embora nem mesmo isto seja conclusivo.

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]