Tumba de ama-de-leite de Tutankhamon é aberta ao público

Por Márcia Jamille | Twitter | Instagram

Este mês de dezembro (2015) o Ministério das Antiguidades do Egito anunciou que a tumba da ama-de-leite do faraó Tutankhamon está aberta ao público comum.

A sepultura foi descoberta em Bubastis, Saqqara, no ano de 1996 pela Mission archéologique française du Bubasteion (Missão Arqueológica Francesa de Bubasteion), coordenada pelo egiptólogo francês Alain Zivie.

Tumba de Maya. Foto: Ahram.

No local além de existir uma representação do faraó Tutankhamon sentado no colo de sua ama, uma tipo raro de iconografia, também foi descoberto o sepultamento de um leão datado do período helênico. — Leia mais em “Sobre leão achado no Egito em 2001”.

Recentemente este túmulo também chamou a atenção pela afirmativa do Zivie de que a Maya seria, em verdade, a princesa Meritaton, primogênita de Akhenaton. Suposição que não está sendo muito bem aceita por muitos acadêmicos. Comentarei este assunto em breve aqui no Arqueologia Egípcia.

Fontes:

Egipto abre al público en Saqqara la tumba de Maya, el ama de crianza de Tutankamón. Disponível em < http://es.euronews.com/2015/12/20/egipto-abre-al-publico-en-saqqara-la-tumba-de-maya-el-ama-de-crianza-de/ >. Acesso em 27 de dezembro de 2015.

Tomb of Tutankhamun’s wet nurse in Egypt’s Saqqara opened to public. Disponível em < http://english.ahram.org.eg/News/174009.aspx >. Acesso em 27 de dezembro de 2015.

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]