(Artigo) Os conceitos de helenização e romanização e a construção de uma antiguidade clássica

Os conceitos de helenização e romanização e a construção de uma antiguidade clássica | Pedro Paulo A. Funari; José Geraldo Costa Grillo (em português):

“A ideia de ‘helenização’, isto é, a difusão da cultura grega no mundo antigo, sob Alexandre Magno e seus sucessores, está intimamente ligada ao historiador alemão Johann Gustav Droysen (1808-1884). De sua extensa obra, duas referem-se ao tema em pauta: a história de Alexandre, o grande e a História do Helenismo, publicadas, respectivamente, em 1833 e 1836”.

Obtenha o artigo: Os conceitos de helenização e romanização e a construção de uma antiguidade clássica.

 

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]

Um comentário sobre “(Artigo) Os conceitos de helenização e romanização e a construção de uma antiguidade clássica

Os comentários estão desativados.