Tumba de crianças é identificada no Vale dos Reis

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram 

 

Ontem (28/04/14) foi anunciada a descoberta de cerca de 50 a 60 múmias de príncipes e princesas (incluindo recém-nascidos) datadas entre a 18ª e 20ª Dinastia (Novo Império) em um esconderijo no Vale dos Reis. Os responsáveis pela pesquisa é uma missão de Arqueologia da Universidade de Basel em cooperação com o MSA.

O esconderijo foi encontrado na KV-40, cujo dono ou a dona original é desconhecido (a). A tumba foi descoberta por Victor Loret em 1899. Na ocasião nenhum plano ou registros e observações acerca dos objetos escavados da tumba foram realizados. Antes da chegada da equipe da Universidade de Basel somente o poço de acesso estava visível e o restante do local coberto por entulhos.

Entrada da KV-40 no início das escavações. Fonte: Luxor Times Magazine.

A tumba já tinha sido revirada e saqueada na antiguidade, também apresentando indícios de fogo. Contudo, apesar do estrago, a equipe de Arqueologia conseguiu adquirir bastante informações, dentre elas a de que após o seu uso no Novo Império, o sepulcro voltou a ser utilizado no século 9 a.E.C.

Corredor da KV-40. Fonte: University of Basel Kings’ Valley Project.

De acordo com as notícias foram identificados nobres de diferentes períodos, principalmente da época de Tutmés IV e Amenhotep III. O nome de cerca de 30 deles puderam ser lidos nos fragmentos de jarros escavados, muitos com títulos de “princesas” e “príncipes”. 8 princesas cujos nomes nunca foram vistos em outros registros arqueológicos também foram encontradas, como também muitas mulheres estrangeiras. Contudo, uma das grandes importâncias desse achado está na descoberta de múmias de recém-nascidos, algo incomum, já que usualmente sepultamentos de crianças tendem a ser algo muito simples, estando juntos a um dos pais e sem distinção, contudo nesta situação está visível o emprego deste esconderijo como um alojamento para estas pequenas múmias em diferentes anos.

Restos humanos na KV-40. Fonte: Luxor Times Magazine.

KV-40. Fonte: University of Basel Kings’ Valley Project.

University of Basel Kings’ Valley Project

A equipe do University of Basel Kings’ Valley Project é coordenada pela professora Susanne Bickel, que está escavando no Vale dos Reis deste 2009 e que também foi responsável pela a descoberta da KV-64 em 2011.

Site da missão: https://aegyptologie.unibas.ch/forschung/projekte/university-of-basel-kings-valley-project/

Fontes:

Almost 60 royal mummies discovered in Egypt’s Valley of the Kings. Disponível em < http://english.ahram.org.eg/News/100031.aspx >. Acesso em 28 de abril de 2014.

Archeologists Discover About 50 Mummies In Egypt’s Valley Of The Kings. Disponível em < http://www.huffingtonpost.com/2014/04/28/egypt-mummies-discovered_n_5226222.html >. Acesso em 28 de abril de 2014.

Basel Egyptologists identify tomb of royal children. Disponível em < http://www.eurekalert.org/pub_releases/2014-04/uob-bei042814.php >. Acesso em 28 de abril de 2014

More than 50 royal Egyptian mummies unearthed in Valley of the Kings. Disponível em < http://www.ancient-origins.net/news-history-archaeology/more-50-royal-egyptian-mummies-unearthed-valley-kings-001600 >. Acesso em 29 de abril de 2014.

Tomb of the royal children in the Kings’ Valley identified. Disponível em < http://luxortimesmagazine.blogspot.com.br/2014/04/tomb-of-royal-children-in-kings-valley.html?m=1 >. Acesso em 28 de abril de 2014.

Un equipo de arqueólogos suizos descubre 50 momias en Egipto. Disponível em < http://www.elmundo.es/cultura/2014/04/28/535e6546ca474166158b457b.html >. Acesso em 28 de abril de 2014.