Pinturas antigas exclusivas são encontradas em templo do deus Sobek

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille | Instagram

Uma missão egípcia de arqueologia, enquanto trabalhava acompanhando a redução do nível do lençol freático no Templo Kom Ombo, Aswan, descobriu duas pinturas antigas feitas de arenito. Uma delas pertence ao faraó Seti I e a outra ao faraó Ptolomeu IV. Ambos viveram em épocas bem distintas da história do Egito Antigo, sendo o primeiro na 19ª Dinastia e o último na Dinastia Ptolomaica.

Foto: Ministry of Antiquities

O chefe do Conselho Supremo de Antiguidades, Mostafa Waziri, explicou que a primeira pintura possui entre 2.30 m de altura e 1 m de largura, com uma espessura de 30 cm. Foi encontrada quebrada em duas partes, mas suas inscrições estão em boas condições. Ela retrata o rei Seti I em pé diante do deus Hórus e do deus Sobek e sob a cena está um texto com várias analogias ao faraó Horemheb, antecessor do pai de Sei I.

A segunda pintura está fragmentada em várias partes e tem 3.25 m de altura, 1.15 m de largura e 30 cm de espessura. Ela precisará de cuidados extras com o restauro e retrata o faraó Ptolomeu IV acompanhado por sua esposa Arsinoe III.

Ambas estas descobertas são importantes dada a sua exclusividade e com sendo mais uma comprovação de que o templo recebeu atenção dos governantes do Egito em diferentes períodos.

Foto: Ministry of Antiquities

Foto: Ministry of Antiquities

Fonte:

Two ancient paintings discovered at Temple of Kom Ombo. Disponível em < http://www.egypttoday.com/Article/4/58372/Two-ancient-paintings-discovered-at-Temple-of-Kom-Ombo >. Acesso em 02 de outubro

Um dos colossos de Ramsés II em Karnak está sendo restaurado

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille | Instagram

O Ministério das Antiguidades do Egito permitiu trabalhos de restauro integral em uma estátua colossal do faraó Ramsés II, que governou o Egito durante a 19ª Dinastia (Novo Império). A imagem, que é feita em granito e possui 10,8 metros de altura, no passado ficava na fachada do primeiro pilone de Karnak, um dos mais famosos complexos de templos do país, juntamente com mais cinco esculturas do rei. Ela sofreu grandes danos após um terremoto que ocorreu em algum momento durante o quarto século após a Era Cristã.

Coroa e parte da cabeça da estátua. Foto: Abdel Razek Ali.

Mostafa Waziri, chefe do Departamento do Ministério de Antiguidades em Luxor, comunicou ao Ahram Online que os trabalhos tiveram início há mais de um mês, e que a previsão é que sejam finalizados em dois meses.

Pedaços da imagem. Foto: Abdel Razek Ali.

A estátua está sendo montada em seu lugar original e certamente será uma bela vista para os turistas que visitarem o templo.

Parte do corpo da estátua. Foto: Abdel Razek Ali.

Fonte:

Egypt’s antiquities ministry restores colossus of Ramsess II at Karnak Temples. Disponível em < http://english.ahram.org.eg/NewsContent/9/40/258581/Heritage/Ancient-Egypt/Egypts-antiquities-ministry-restores-colossus-of-R.aspx >. Acesso em 03 de março de 2017.