Boas notícias sobre o Instituto

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille

 

Ontem (dia 21/12/2011) começaram os trabalhos de restauro do material que sobrou do incêndio que arrasou o prédio do Institut d’Égypte. As obras que escaparam total ou parcialmente do ocorrido estão agora sob os cuidados de funcionários das várias bibliotecas do país que se prestaram a tentar recuperar o quanto fosse possível o material que permanece no Cairo.

Embora muito tenha sido destruído, foi devido ao trabalho de egípcios que se mobilizaram de forma voluntária desde o dia em que ocorreu o incêndio até o dia 20 que hoje o trabalho pode estar ocorrendo, pois foi graças a estes homens e mulheres que podemos dizer que o acervo do Instituto não está de todo perdido, inclusive o celebre Description de l’Égypte, que é considerado um dos marcos do nascimento da Egiptologia está parcialmente salvo [1].

 

Foto postada no perfil @Dooolism mostrando uma das primeiras imagens de voluntários salvando parte do acervo do Instituto. Foto: Adel Abdel Ghafar. Dezembro 2011.

 

Devo lembrar que as equipes de restauração do Egito são muito boas e foram eficientes na recuperação de alguns dos artefatos destruídos durante a invasão do Museu Egípcio do Cairo em Janeiro deste ano. Alerto também aqueles que se interessam por antiguidades: não comprem folhas avulsas ou obras timbradas antes de se certificar que não estão sendo comercializadas de forma ilegal, elas podem ter pertencido ao Instituto e não a uma herança de família. Da mesma forma que temos pessoas que se dedicaram a recuperar os livros e artigos outras podem estar mais interessadas em roubá-los para lançar no mercado negro de peças arqueológicas.

Abaixo imagens do dia 21/12/2011 onde podemos ver parte do trabalho de recuperação do acervo:

 

 

[cincopa AcDAywqokmgW]

 

Imagens disponíveis em < http://en.cybrarians.info/index.php?option=com_content&view=article&id=336:esi-burn&catid=76:news&Itemid=118 >. Acesso em 22/12/2011.

[1] Informação disponível em < http://25online.tv/index.php?option=com_content&view=article&id=1391:2011-12-19-13-21-30&catid=2:news-ticker&Itemid=39&lang=en >. Acesso em 22/12/2011.

 

 

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]

2 comentários sobre “Boas notícias sobre o Instituto

  1. A obra “Description de l’Égypte”, está parcialmente salvo. Você tem informações mais detalhadas sobre esse “parcialmente”?
    A comunidade arqueológica tem interesse em saber!

    • Erro meu, esqueci de linkar as informações: coloquei parcialmente porque no site apontado pelo [1] é dada as descrições do quanto se destruiu do livro, mas como o governo egípcio estava se enrolando nas informações preferi não por nada. Fora que eles estão falando ao tempo todo do Description de l’Égypte (que neste caso era uma das cópias), mas existiam documentos mais importantes no local.

Os comentários estão desativados.