A KV-64 foi encontrada

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille

A notícia foi dada superficialmente, mas já se comenta que a nova descoberta no Vale dos Reis é uma tumba (que seguindo a ordem se chama agora KV-64, já que ela é o 64º sepulcro encontrado) pertencente a uma filha de um sacerdote de Amon da 22ª Dinastia, identificada como Nekhmet Bastet, uma cantora do Templo de Karnak. Os responsáveis pela descoberta é a equipe de Arqueologia da Universidade de Basel sob a coordenação da Dra. Elena Pauline-Grothe.

Segundo Mansour Boraiq, chefe das antiguidades de Luxor, esta é a única tumba de uma mulher de fora da realeza que foi encontrada no vale. De acordo com a equipe de Arqueologia o sepulcro não tinha sido feito originalmente para a contora, mas foi reaproveitado pela mesma num período em que o Egito era dominado pelos líbios[1].

[1]Neste link em inglês já temos mais alguns detalhes: http://news.yahoo.com/rare-tomb-woman-found-egypt-valley-kings-153839689.html Acesso em 15 de Janeiro de 2012.

 

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]

2 comentários sobre “A KV-64 foi encontrada

    • Os saqueadores infelizmente chegaram antes, mas sobraram alguns artefatos que podem explicar ainda mais sobre a ocupação no Vale dos Reis e assim, como você escreveu, felicitar a humanidade.

      Abraços Jaqueline.

Os comentários estão desativados.