Governantes do Antigo Egito têm tumbas documentadas

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram

O Centro de Documentação de Antiguidades do Egito completou o seu projeto para documentar a necrópole de Al-Maala, localizada em Esna (Luxor).

A importância arqueológica desse lugar é devido ao fato de ter sido o cemitério dos governantes do terceiro nomo do Egito durante o Terceiro Período Intermediário.

Foto: MSA. Divulgação.

Al-Maala é o segundo sítio ter uma documentação integral. O primeiro foi o Templo de Esna. O diretor-geral do projeto explicou que a proposta é registrar informações sobre cada centímetro de cada monumento:

Os métodos de documentação reais consistem em conjuntos de dados de computador, planos e sessões, bem como fotografias, desenhos e ilustrações, formulários de registro, caderno de notas, cadernos do sítio, diários e registro de mergulho.

Sistema de GIS, reconstruções 3D e pesquisas geofísicas também foram adotados.

Os túmulos:

Foto: MSA. Divulgação.

O cemitério é composto por sete tumbas que foram divididas pelos pesquisadores em dois grupos. Um deles é composto por três sepulturas sendo a principal pertencente a Ankh-Tify, que foi governador de Nekhen. A exemplo de outros túmulos, o seu está decorado com a sua biografia. Não se sabe a identidade dos donos das outras tumbas. Em uma delas é possível ver detalhes do processo de armazenamento de grãos e o dono do local representado várias vezes, mas nenhum nome conservado. Na outra não existem decorações.

Foto: MSA. Divulgação.

Foto: MSA. Divulgação.

O outro grupo possui as quatro tumbas restantes, onde a principal é a de Sobek-Hotep, que se acredita ser filho de Ankh-Tify. O seu túmulo está decorado com cenas do cotidiano. Já as três demais não estão decoradas e não possuem identificação.

 

Fonte:

Al-Maala necropolis site in Upper Egypt is scientifically documented. Disponível em < http://english.ahram.org.eg/NewsContent/9/40/271375/Heritage/Ancient-Egypt/AlMaala-necropolis-site-in-Upper-Egypt-is-scientif.aspx >. Acesso em 23 de junho de 2017.

 

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]