Pesquisadores estão trabalhando com roupas de Tutankhamon

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram

A tumba do faraó Tutankhamon foi descoberta praticamente intacta em 1922 e até os dias atuais os artefatos retirados de seu interior estão rendendo questionamentos e pesquisas. Um ótimo exemplo são os objetos feitos de tecido, que devido a sua fragilidade, estão agora nas mãos de restauradores do Grande Museu Egípcio, que por sua vez, trata-se de uma das principais promessas museológicas do país, uma vez que será o maior museu do mundo dedicado exclusivamente à história do Egito.

Imagem frontal da máscara mortuária de Tutankhamon. Imagem disponível em MULLER, Hans Wolfgang; THIEM, Esberhard. O ouro dos faraós. (Tradução de Carlos Nougué, Francisco Manhães, Maria Julia Braga, Angela Zarate). 1ªEdição. Barcelona: Editora Folio, 2006. pág. 175.

Contudo, sua inauguração foi cancelada várias vezes por motivos de verbas escassas e instabilidades políticas:

Entretanto, alguns dos seus laboratórios já estão funcionando, a exemplo daqueles justamente dedicados a conservação e restauro de peças arqueológicas, como é o caso dos artefatos retirados da tumba do faraó Tutankhamon.

— Veja também: Restauradores egípcios estão recuperando roupa de Tutankhamon

Artefatos de origem têxteis saídos de sítios arqueológicos tendem a se fragmentar com mais facilidade e por isto são de difícil manipulação e conservação. Mesmo os encontrados na tumba de Tutankhamon não fogem a regra. Desta forma, para evitar sua fragmentação, os pesquisadores têm construído suportes com encaixes internos (como se fossem negativos) para eles, com materiais livres de ácido ou qualquer outro material que os danifique.

Eles basicamente estão medindo e traçando cada artefato fazendo uso do Auto CAD para construir moldes que comportem com exatidão os formatos e tamanhos das peças. Tais moldes permitirão não só a exibição destes artefatos nas vitrines do museu, como também a sua conservação por muito mais anos.

Fonte:

The mounting process starts for Tutankhamun’s textiles. Disponível em < http://www.jicagem.com/blog/2019/04/the-mounting-process-starts-for-tutankhamuns-textiles >. Acesso em 03 de maio de 2019

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]