【Artigo】A dupla natureza monovalente e polivalente do Livro Egípcio dos Mortos

A Dupla Natureza Monovalente e Polivalente do Livro Egípcio dos Mortos a Partir das Acepções de “Sentido” e de “Narrativa” de Ciro Flamarion Cardoso | Keidy Narelly Costa Matias (em português):

Ciro Flamarion Cardoso (1997) nos diz que a estruturação de um texto como relato faz com que, nesse contexto, a noção de tempo seja mais central do que a de espaço; as noções de relato (ou narrativa) são inequivocamente impregnadas de sentido. A palavra “relato”, conta-nos Ciro Flamarion (1997), relaciona-se semanticamente com a palavra referre (transcrever) enquanto que a palavra “narrativa” relaciona-se com o termo narrare (narrar); Ciro Flamarion (1997) coloca, portanto, as duas palavras como sinônimas, embora polissêmicas. A partir das acepções impetradas pelo egiptólogo brasileiro, podemos demarcar o Livro dos Mortos como um relato e, por isso, carregado de sentido.

Obtenha o artigo: A Dupla Natureza Monovalente e Polivalente do Livro Egípcio dos Mortos a Partir das Acepções de “Sentido” e de “Narrativa” de Ciro Flamarion Cardoso

Acervo do egiptólogo Ciro Flamarion será doado para o MAE-USP

Foi anunciada esta manhã, através do perfil oficial do falecido Prof. Dr. Ciro Flamarion, a notícia de que o seu acervo pessoal será doado para a Biblioteca do MAE-USP. Segue a mensagem abaixo:

 

Hoje, 28 de janeiro de 2014, praticamente sete meses após sua morte (29 de junho de 2013 ), o acervo de Antiga e Medieval de Ciro Flamarion Santana Cardoso ruma para o MAE-USP.

mansagem_perfil_ciro_flamarion

Mensagem original.

Nota de falecimento: Prof. Dr. Ciro Flamarion Cardoso (1942 — 2013)

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille

 

Faleceu ontem (29 de junho de 2013) em Niterói (RJ), após 71 anos de idade e mais de três décadas de vivência acadêmica, o Prof. Dr. Ciro Flamarion, um dos principais nomes da História brasileira.

A despeito da sua formação original, o prof. Ciro costumava atuar bastante na área de História da Antiguidade, especialmente na Egiptologia, aceitando, inclusive, orientandos no tema e coordenando o Egito-Lab.

 

Dentre as suas obras estão:

CARDOSO, Ciro Flamarion. Deuses, múmias e ziggurats: uma comparação das religiões antigas do Egito e da Mesopotâmia. Porto Alegre: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 1999.

CARDOSO, Ciro Flamarion. Sete Olhares Sobre A Antiguidade. BRASILIA: UnB, 1994.

CARDOSO, Ciro Flamarion. Antigüidade oriental: política e religião. São Paulo: Contexto, 1990.

CARDOSO, Ciro Flamarion. Sociedades do Antigo Oriente Próximo. São Paulo: Ática, 1986.

CARDOSO, Ciro Flamarion. O Egito Antigo. São Paulo: Brasiliense, 1982.

CARDOSO, Ciro Flamarion. Uma Introdução à História. SAO PAULO: Brasiliense, 1981.