Parte do Grand Museum está concluída

Por Márcia Jamille Costa

A primeira dama do Egito, Suzanne Mubarak, inaugurou no dia 14 de Junho de 2010 uma das fases já prontas do Grand Museum of Egypt, que está sendo construído próximo as pirâmides de Gizé. O museu abrigará 100 mil artefatos, muitos deles são os que estão trancados e não disponíveis para a visualização no Museu do Cairo devido à falta de espaço para exibi-los.

 

A parte que está pronta é o centro de conservação para restaurar as antiguidades danificadas e 122 conservadores já estão trabalhando e preparando 6.800 artefatos que um dia serão exibidos no Grand Museum. Uma unidade de documentação também está trabalhando para criar um banco de dados informatizado de todos os artefatos.

 

 

Instituído com a assistência técnica japonesa, o centro conta com 12 laboratórios para a restauração, digitalização e estudo de múmias, bem como artefatos de cerâmica, madeira, tecido e vidro. Shadia Kinawi, chefe da comissão que supervisiona o museu, disse que o Japão ofereceu um empréstimo de US $ 300 milhões para a construção do edifício, enquanto o Ministério da Cultura egípcio vai fornecer US $ 150 milhões.

 

27 milhões de dólares foram doados para a construção do Grand Museum of Egypt e mais de 30 empresas já apresentaram propostas para a construção das principais galerias.

 

 

O plano para o novo museu foi concebido em 2002, mas a abertura parcial do complexo, que terá 120 hectares, está marcada para o outono de 2012.

(AP)

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]