Museu Egípcio do Cairo invadido

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille 

Acabei de receber estas imagens via Twitter. Relutei em publicar antes sobre a invasão do edifício, já que não era oficial, mas de fato o Museu Egípcio do Cairo foi invadido.

Museu Egípcio do Cairo invadido. Fonte jornal online Al Jazeera.

Museu Egípcio do Cairo invadido. Fonte jornal online Al Jazeera.

Museu Egípcio do Cairo invadido. Fonte jornal online Al Jazeera.

Museu Egípcio do Cairo invadido. Fonte jornal online Al Jazeera.

Museu Egípcio do Cairo invadido. Fonte jornal online Al Jazeera.

UPDATE 30 de Janeiro de 2011 (04h00 – horário de Brasília)

Como prometido estou fazendo um update. Infelizmente eu fraquejei hoje quando recebi as imagens do que aconteceu no Museu Egípcio do Cairo, pensei em desistir de repassar as informações e me retirar da ajuda nos protestos. O difícil é tentar compreender o que aconteceu, no entanto não adianta ficar lamentando, o jeito é seguir a diante, tentar salvar os artefatos e claro punir os culpados. Agora é confiar naqueles que ainda estão firmes tentando proteger o museu.

Primeiramente tenho que alertar que a invasão do edifício não tem a ver com o protesto para retirar o Mubarak do poder, muito pelo contrário, algumas pessoas fizeram uma “corda humana” em frente ao museu para evitar entradas de mal intencionados, mas isto não impediu que no sábado (dia 29/01/2011) um grupo de pessoas (acredita-se que nove homens) entrasse no Museu Egípcio pelo o teto e danificasse alguns artefatos.

As notícias que estão sendo veiculadas estão extremamente confusas, já que a internet e telefones só foram liberados no Egito ontem, o que sei recebi via twitter (que está sendo a ferramenta usada em apoio aos protestos) e vendo a CNN e BBC World News. A seguir vou repassar o que tenho até agora:

◘ Na sexta-feira, 28/01/2011, no Cairo se espalharam rumores de que incendiários queriam atacar o Museu Egípcio, outras notícias que estavam circulando era de que uma turba planejava invadir para quebrar algumas das peças.

◘ No mesmo dia, protestantes se reuniram na frente do museu e formaram uma “corda humana” para evitar qualquer ataque ao edifício. Uma das pessoas que tentavam proteger teria dito “Eu estou aqui para defender e proteger o nosso tesouro nacional” (Em breve colocarei a fonte).

◘ Segundo dizem, a “corda humana” foi agredida por algumas pessoas que tentavam invadir o museu, mas não sei ainda se esta informação foi confirmada, mas sabe-se que o exército também começou a patrulhar a área.

◘ Na madrugada de sábado manifestações ainda ocorriam nas ruas. O horário ainda não me foi confirmado, mas antes da chegada da tarde foram descobertos os estragos nas peças do museu.

◘ Neste meio tempo os boatos começaram a rondar. Pela tarde Dr. Zahi Hawass confirmou ao Reuters o acontecido e disse que duas múmias reais foram danificadas e a bilheteria saqueada.

◘ Os demais jornais não possuíam tal informação, criando rumores de que seria uma notícia falsa.

◘ Mais ou menos dentre as 14h00 e 15h00 (horário de Brasília) eu recebi as imagens via twitter de alguns dos objetos destruídos (Al Jazeera). O que foi para mim uma situação extremamente desanimadora, já que acompanhava todo o drama do museu desde ontem.

◘ Começaram a rodar boatos de que algumas pessoas roubaram coisas da área do museu, mas os próprios civis teriam recuperado e devolvido ao edifício. Tal boato não foi confirmado.

◘ Neste momento muitos já lamentavam a situação e começaram a apontar que agora será impossível recuperar peças que o Supremo Conselho de Antiguidades planeja ter de volta. Pelo o mundo falam que o sonho da repatriação de artefatos acabou para o Egito. A Alemanha – que esta semana negou mais uma vez o pedido de repatriação do busto de Nefertiti – prometeu fazer uma doação em dinheiro para os egípcios se reerguerem, assim que terminar tudo isto (notícia ainda não confirmada).

◘ Neste meio tempo, muitas pessoas pelo o mundo reconheceram nas imagens veiculadas partes que supostamente eram de artefatos de Tutankhamon.

A imagem ilustra quais são os artefatos de Tutankhamon que se acredita está destruído. Fonte das imagens dos artefatos inteiros: JAMES, Henry. Tutancâmon (Tradução de Francisco Manhães). 1ª Edição. Barcelona: Editora Folio, 2005. P. 178 e 179.

◘ Somente horas depois a Nile TV enviou um vídeo para a CNN.

◘ Agora pela noite a CNN começou a veicular que nenhuma peça do Museu Egípcio do Cairo foi levada.

◘ Dr. Zahi Hawass fez mais um pronunciamento em que teria dito que a suspeita é de que nove homens invadiram o museu com a intenção de danificar algumas peças e roubar outras. Ele confirmou que tentaram roubar duas múmias, mas por algum motivo desconhecido desistiram e abandonaram os corpos no chão, o que as danificou. A identidade das múmias não foi liberada. Hawass confirmou também que grande parte do estrago foi feito ao acervo de Tutankhamon, mas não liberou a notícia de quais peças foram quebradas, mas alertou que será possível recuperá-las. Informou também que vai abrir um processo na esperança de punir os invasores. Desde a tarde a parte interna do museu está sendo vigiada por soldados armados com metralhadoras.

◘ Também pela tarde liberaram que o platô de Giza foi isolado e está sitiado por tanques, mas não sei informar como está a segurança nos demais sítios arqueológicos.

◘ Não está confirmado, mas alguns dizem que o Dr. Zahi Hawass agora está acampando dentro do museu para tentar também proteger as peças.

Clique aqui e veja um vídeo mostrando os estragos no interior do Museu do Cairo.

Se possível em breve trarei mais um update. Por favor, ajudem a espalhar este post para outras pessoas. Só resolvi publicar aqui por que recebi mensagens pedindo esclarecimentos e confirmações. Acredito que este texto será de alguma utilidade. As informações que tenho aqui vieram via twitter durante as trocas de informações sobre o protesto e via CNN TV  (que por sua vez recebe informações da Nile TV e os correspondentes egípcios) e BBC World News.

UPDATE 30 de Janeiro de 2011 (11h18 – horário de Brasília)

◘  Algumas mídias na internet estão falando que peças do espólio de Tutankhamon foram roubadas, mas ainda não vi nenhuma confirmação oficial.

◘ Esta manhã o express.co.uk noticiou que o Vale dos Reis agora está cercado por tropas do governo para guardar a segurança das tumbas faraônicas.

◘ O site Ancient Egypt Online fez um esquema das salas atacadas. Olhando a disposição das áreas agredidas alguns pela internet começaram a sugerir que as duas múmias danificadas seriam do casal Yuia e Tuya (pais de Tiye), mas é só especulação. O Supremo Conselho de Antiguidades não liberou ainda a identidade das múmias.

Esquema da destruição no Museu do Cairo. O museu foi invadido no sábado (29/01/2011) apesar da proteção feita por civis e soldados.

Abaixo a foto da “corda humana” para proteger o Museu egípcio do Cairo:

Corda humana feita em frente ao Museu Egípcio do Cairo na sexta-feira passada (28/11/2011). Fonte temporariamente desconhecida.

Foto da ocupação do exército no Museu Egípcio do Cairo:

Ocupação do exército no Museu Egípcio do Cairo.

Fotos da ocupação do exército no platô de Gizé:

Ocupação do exército no platô de Gizé.

Obrigada a @vintage69br por disponibilizar o update anterior em seu blog. Outras pessoas estão sendo especialmente maravilhosas também pelo o twitter dando RT nas notícias. O Arqueologia Egípcia tem um sistema de envio de mensagem via e-mail também (é o botão “Share This” que vocês encontram logo abaixo).

UPDATE 30 de Janeiro de 2011 (16h30 – horário de Brasília)

◘ Hoje foi dito que a TV Al-Jazeera – que está repassando detalhes do conflito – provavelmente irá sair do ar por determinação de Mubarak. Al-Jazeera está fazendo toda a cobertura dos eventos.

◘ Muitas pessoas estão sendo presas e armas caseiras apreendidas. Saques estão ocorrendo não só a lojas, mas também hospitais. Um hospital responsável em tratar crianças com câncer foi saqueado.

◘ A imprensa internacional já começou a reconhecer que o Egito ficou dividido: de um lado está a população que luta por reformas e no outro estão os vândalos sem compromisso algum com o protesto.

◘ Ás 14h30 (horário de Brasília) Dr. Zahi Hawass fez uma declaração para a CNN. Ele descreveu o que as primeiras análises indicaram que os invasores ingressaram por cima do museu, abriram a fechadura e entraram no pátio principal. Mencionou que adentraram na sala de Tutankhamon e “quebraram algumas coisas”. De acordo com ele quando o exército entrou no museu encontrou duas múmias danificadas e vários artefatos espalhados. Hawass anunciou que 10 artefatos foram lesados, mas que poderão ser restaurados. Disse também que vários jovens continuam em frente ao museu assim como o exército e garantiu que o edifício agora está salvo. Falou também da reação dos egípcios “Quando passo na rua todas as pessoas estão me perguntando se o museu está salvo” e deixou claro que os criminosos que o invadiram agora estão presos.

◘ Sobre o suposto roubo das peças do acervo de Tutankhamon: não foi declarado oficialmente roubo de peças. Este é um boato que está rondando na internet.

[cincopa AYOAMdqs_4Ky]

Dr. Hawass já conseguiu enviar uma mensagem para ser postada em seu blog. Infelizmente não posso fazer a tradução agora, mas Dr. Hawass fez uma colocação que eu acho importante por aqui:

Sinto que tudo o que tenho feito nos últimos nove anos foi destruído em um dia, mas todos os inspetores, jovens arqueólogos e administradores em sítios e museus em todo o Egito estão me chamando para me dizer que eles vão dar a vida para proteger as nossas antiguidades. Muitos egípcios jovens estão nas ruas tentando parar os criminosos (HAWASS).

E abaixo um vídeo que eu gostaria de compartilhar com vocês. Não fiz a tradução também, mas dá para notar a emoção e tristeza destas pessoas que passaram a noite para proteger o Museu Egípcio do Cairo.

[cincopa AQPAsfarAZtN]

UPDATE 31 de Janeiro de 2011 (22h30 – horário de Brasília)

◘ Os boatos de que as duas múmias danificadas seriam de Yuia e Tuya (pais de Tiye) em fim foram se mostraram falsos. Esta manhã foi liberada a foto das múmias danificadas. Veja abaixo:

Nesta foto, tirada na madrugada de sábado, 29 de janeiro de 2011, se tornou disponível de segunda, 31 de janeiro. Museu Egípcio, no Cairo, Egito. Fonte: AP

◘ Os egípcios estão irritados com a mídia porque ela está pintando uma imagem negativa deles, declarou uma egípcia para a CNN internacional. Em outro momento um homem falou que os vizinhos estão desesperados porque estão sem água, sem comida e sem dinheiro. Os caixas eletrônicos no Cairo estão sem funcionar.

◘ Vários sítios arqueológicos estão sendo saqueados por quadrilhas armadas.

UPDATE 3 de Fevereiro de 2011 (20h00 – horário de Brasília)

SOS EGITO, por Dalton Maziero:

Um grande amigo e administrador do site Arqueologia Americana (parceiro de longa data do Arqueologia Egípcia), fez uma postagem sobre o apelo que está rondando a internet para a UNESCO intervir contra a destruição do patrimônio egípcio. Clique aqui e leia.

Lista do de notícias do Yahoo sobre os confrontos:

Vandalismo danifica 70 peças arqueológicas em museu egípcio

http://br.noticias.yahoo.com/s/02022011/40/politica-vandalismo-danifica-70-pecas-arqueologicas.html

 

Premiê egípcio pede desculpas pelos incidentes da véspera

http://br.noticias.yahoo.com/s/03022011/40/politica-premie-egipcio-pede-desculpas-pelos.html

 

Cronologia dos protestos no Egito

http://br.noticias.yahoo.com/s/03022011/40/politica-cronologia-dos-protestos-no-egito.html

 

Exército tenta separar manifestantes após novas mortes no Egito

http://br.noticias.yahoo.com/s/03022011/48/manchetes-exercito-separar-manifestantes-apos-novas.html

 

Repórteres brasileiros são detidos no Egito e obrigados a voltar para o Brasil

http://br.noticias.yahoo.com/s/03022011/48/manchetes-reporteres-brasileiros-sao-detidos-no.html

 

Mubarak diz à ABC que teme caos no Egito se renunciar

http://br.noticias.yahoo.com/s/reuters/110203/manchetes/manchetes_egito_abc_mubarak

[ATENÇÃO] 

Falsificações de informação

 

◘ Alguns blogs e pessoas que se dizem profissionais da área da egiptologia estão divulgando notícias falsas sobre o que está acontecendo com os artefatos no Egito. Cuidado com o que estão lendo.

◘ Esta semana ocorreu uma discussão sobre a falsificação da foto das múmias do Museu Egípcio do Cairo já que algum individuo de fora do Egito fez uma multiplicação das múmias que aparecem na foto (publicada no update anterior). Não se sabe os motivos de uma pessoa destas, mas é lamentável que ocorra algo assim numa situação tão caótica como a que está o Egito.

◘ Abaixo uma foto da múmia que pode ser a que foi destruída. Prestem a atenção ao fato de que esta dedução foi feita por pessoas de fora do Egito.

Suposta múmia que foi destruída. Autor da foto desconhecido.

Hoje, 05 de fevereiro, tenho ótimas notícias e saliento que os egípcios estão se dedicando muito para proteger o próprio patrimônio.

Muitos pesquisadores da área estão dando relatos de arrombamentos, mas os inspetores do Supremo Conselho de Antiguidades estão negando. Isto está criando a maior confusão, mas temos que levar em conta que a situação para fiscalização lá não está fácil e para a comunicação pior ainda.

UPDATE 5 de Fevereiro de 2011 (18h50 – horário de Brasília) 

◘ Além da barreira humana em frente ao Museu Egípcio, um grupo também está a proteger a biblioteca de Alexandria.

◘ Dia 04/02 Salima Ikram enviou uma mensagem (ela está sendo simplesmente maravilhosa, está enviando várias mensagens para os egiptólogos de fora do país com todas as informações que recebe e desmentiu inclusive alguns boatos sobre saques). Uma tradução parcial da mensagem dela:

“Até agora tudo bem (…). As novidades sobre as antiguidades no sul do Egito continuam encorajadoras. Os inspetores do SCA e ghaffirs* (*?) continuam a defender sítios no sul e na área de Memphis. O exército continua a montar guarda na área de Saqqara. Pode-se dizer que… O sítio pode ser aberto para o público no domingo”.  

◘ Profa. Salima também explicou um pouco sobre as múmias destruídas no Museu Egípcio do Cairo em outra mensagem:

“As múmias que são mostradas destruídas são múmias fragmentadas do Período Tardio que foram usadas para testar a máquina CT* (*tomógrafo) e estavam guardadas próximas a maquina. Quando as pessoas que atacaram o museu entraram na área da loja de presentes, etc eles também violaram o quarto em que os fragmentos de múmias para teste estavam, e estes são os fragmentos que são mostrados nas imagens. Elas já estavam em fragmentos”.

◘ Acho que foi a uma equipe alemã que desistiu de ir escavar nesta temporada, mas os nossos irmãos do México, independente da situação irá continuar seus trabalhos desta temporada (fevereiro 2011).

◘ Em Amarna, apesar dos relatos de saques, de acordo com o Amarna Project nada foi roubado.

Espero continuar a trazer notícias boas.

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]

16 comentários sobre “Museu Egípcio do Cairo invadido

  1. Como eles podem ter coragem de fazer isso!
    Destruindo sua própria história de um modo tão selvagem!
    Burros!Por estarem quebrando uma de suas rendas economicas,o turismo!
    Se eu estivesse lá…
    Espero que isso acabe o mais rápido o possível!

  2. Não disseram de quem são as mumias danificadas… e quanto aos sitios arqueologicos saqueados, ha mais informações?

    • @thatyane
      Quanto às múmias danificadas não sei dar informações se a identidade foi liberada, deduções feitas pela internet afirmam que seriam do período ptolomaico. Mas eu sinceramente ainda não sei a quem pertencem os corpos.

  3. os cidadãos que cometerão tal barbaridade não podem dizer que amam o egipto não passão de uns parasita a contaminarem o seu próprio pais e com muita pena minha que vejo tal falta de respeito por danificarem tal patrimonio histórico mundial .

  4. De fato ,é lamentável.
    Um absurdo e tanto.”tadinha das múmias o que elas tem a ver com isso? o simples fato de ser parte da história?

  5. jamile,gostaria de lhe perguntar…onde se estuda para formar em egiptologia aqui no brasil?é um curso que pode ser realizado á distancia ou apenas aulas presenciais em alguns dia da semana?
    lhe pergunto pois é uma das áreas que pretendo estudar,desde menina sempre fui apaixonada por arqueologia de preferência a egípcia e gostaria que me respondese ao email,se há esta possibilidade de por exemplo eu morando aqui em minas gerais estudar alguma coisa referente ao egito e poder até mesmo trabalhar na área futuramente.me responde por favor….

    • Bom, sobre estudar arqueologia e egiptologia no Brasil:
      Como a Thatyane já respondeu existem alguns cursos de graduação e de pós graduação e arqueologia no Brasil. Não temos aqui no país um exclusivo em egiptologia.
      Não é algo fácil se formar como egiptólogo no Brasil – devido a falta de proximidade com o seu objeto de estudo – , mas não é nada dramático. Temos vários exemplos de pesquisadores – muito bons – que se formaram aqui mesmo no país, alguns que inclusive escavam no Egito.
      No meu caso optei por fazer tudo no Brasil (graduação e agora tentando o mestrado) e ambos com temas ligados a egiptologia. Mas isto só foi possível devido ao maravilhoso apoio do Núcleo de Arqueologia daqui.
      Você estudando em Minas pode fazer uma pós em antropologia, pois, o pessoal da UFMG possui aulas de arqueologia, já estive aí ano passado, é um pessoal maravilhoso.
      Sobre pesquisas na área: sim, é complicado, estamos separados do Egito por um oceano, fora a barreira lingüística, mas no geral os pesquisadores da área são extremamente receptivos a compartilhar informações (exceto quando o relatório ainda não passou pelo Supremo Conselho de Antiguidades). Ao menos com o pessoal de fora nunca tive problemas para conseguir material.
      Lista das instituições que dão aula de Arqueologia (retirado da comunidade “Arqueologia” do Orkut):

      Graduação:
      UNIVASF – São Raimundo Nonato – PI
      UCG – Goiânia – GO
      UFS – Laranjeiras – SE
      UFPI – Teresina – PI
      UFPE-Recife- PE
      FURG – RS
      UFAC- AC
      UNIR – RO

      Especialização:
      URI – Erechim – RS
      UNISA – São Paulo – SP
      FEUDUC – Duque de Caxias – RJ
      UFPA – Belém – PA
      São Lucas – Porto Velho – RO

      Mestrado:
      USP – São Paulo – SP
      Museu Nacional/ UFRJ – RJ
      UFPE – Recife – PE
      PUCRS – Porto Alegre – RS
      UCG – Goiânia – GO
      UFBA – Salvador – BA
      UNICAMP – Campinas – SP
      UFMG – Belo Horizonte – MG

      Doutorado:
      USP – São Paulo – SP
      UFPE – Recife – PE
      PUCRS – Porto Alegre

      Se especializar em egiptologia:Não sei, mas talvez se existir algum dialogo entre o aluno e a instituição até pode ser que saia alguma conclusão de curso relacionada ao tema da egiptologia, mas como no Brasil não existe um corpo uniforme de egiptólogos creio que o que dá mais a titulação não é só concluir o curso com um trabalho, mas seguir a carreira acadêmica desenvolvendo a pesquisa.

      Mesmo assim existem algumas instituições onde você tem aula com egiptólogos, as mais conhecidas são a da pós-graduação na Universidade Federal Fluminense e no Museu Nacional.

      • Link da comunidade “Arqueologia”: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=89038

  6. Ah, essa eu sei responder, Jaqueline. Não há cursos de egiptologia no Brasil, apenas de arqueologia (para graduação, apenas em poucas faculdades no norte e nordeste, mas para pós-graduação, praticamente qualquer lugar do Brasil). Para se especializar em egiptologia, há apenas os cursos no exterior, que é o que pretendo fazer ;D. Bom, isso é o que eu sei. Se tiverem mais informações, por favor, compartilhem

  7. Fico extremamente revoltado com tanta falta de cultura desses saqueadores,quanta falta de consideração,que falta de respeito com a pópria cultura,fiquei chocado com as imagens das antiguidades jogadas ao chão e quebradas,saqueadas só a parte de ouro e largadas as outras sem valor comercial ao chão.E´uma pena,mas espero que isso possa se normalizar rapidamente,e que se possível ser recuperado os artefatos roubados….

Os comentários estão desativados.