Minicurso com Antonio Brancaglion Jr.

À primeira vista a civilização egípcia parece ter uma fascinação mórbida pela morte. Na verdade suas tumbas, suas múmias e seus rituais são o fruto de uma celebração pela vida e a busca por uma existência eterna.

Para os egípcios antigos a morte era uma jornada, uma transição para uma outra existência onde a vida continuava sob a forma de um espírito.

Minicurso com Antonio Brancaglion Jr.

O objetivo deste curso é mostrar como, ao longo de três mil anos, as crenças e práticas funerárias desenvolveram-se em torno de uma cultura que foi a primeira a estabelecer crenças ainda hoje presentes em nossas religiões, uma idéia da imortalidade e do julgamento da alma e de Campos Elíseos para os bem aventurados.

Sobre o minicurso:

Professor | Antonio Brancaglion Jr.

Duração | 4 encontros

Dias | segundas-feiras das 20h00 às 22h00

Datas | 18, 25 de abril de 2011 e 2 e 9 de maio de 2011

Local | Fundação Ema Klabin – Rua Portugal 43, Jardim Europa

Valor | R$ 140,00 na inscrição + uma parcela de R$ 140,00

Aula 1. A morte: da dissolução do indivíduo à renovação da vida

Aula 2. Liturgia e literatura funerária

Aula 3. Os dois grandes mistérios: da “Justificação” a “Glorificação” do morto

Aula 4. Deuses e demônios: uma visão do Outro Mundo

Inscrição: Projeto Cultura

 

Antonio Brancaglion Jr. é professor e egiptólogo do Museu Nacional do Rio de Janeiro – UFRJ.

Texto retirado de Projeto Cultura.

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]

Um comentário sobre “Minicurso com Antonio Brancaglion Jr.

Os comentários estão desativados.