É descoberta estátua da rainha Tiye, mãe do faraó Akhenaton

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille | Instagram

Um missão arqueológica euro-egípcia encontrou em Luxor, em um templo do faraó Amenhotep III (Novo Império; 18ª Dinastia), uma estátua de alabastro de uma das suas esposas, a rainha Tiye, com a qual teve sete filhos, dentre eles o faraó Akhenaton.

De acordo com a arqueóloga responsável pela descoberta, Hourig Sourouzian, a escultura foi encontrada de forma fortuita, quando se levantava um colosso de Amenhotep III. A imagem foi esculpida na parte inferior dos seus pés e de acordo com o Ministério das Antiguidade do Egito é a primeira vez que uma estátua da rainha feita com esse tipo de material é encontrada no interior do templo.

Foto: Ministério das Antiguidades do Egito.

Em complemento, a imagem ainda conserva parte da pintura que a cobriu um dia de forma integral. Por esse motivo ela necessitará de um cuidado de restauro delicado.

 

Fonte:

Hallan una estatua de alabastro de la reina Tiye, abuela de Tuntakamón. Disponível em < http://www.abc.es/cultura/abci-hallan-estatua-alabastro-reina-tiye-abuela-tuntakamon-201703231424_noticia.html >. Acesso em 25 de maio de 2017.

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]