O Egito Antigo em Overwatch: um dos maiores games do momento

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille | Instagram

De gênero de tiro em primeira pessoa, Overwatch é um dos jogos mais populares do momento. Lançado pela Blizzard Entertainment os jogadores competem entre si em equipes usando heróis com diferentes características e origens, que exercem funções de defesa, ataque, investida ou cura. Até o andamento deste texto o jogo conta com 25 heróis, dentre eles Pharah, cujo o Wedjat (Olho de Hórus) em um dos seus olhos e o seu nome (que vem de pharaoh, “faraó” em inglês) remetem à antiga civilização dos faraós.

 

A personagem Pharah:

“Pharah” é o codinome de uma egípcia chamada Fareeha Amari, uma chefe de segurança responsável por proteger uma instalação de pesquisa de inteligência artificial abaixo do Platô de Gizé, Egito.

No jogo ela tem a posição de ataque, ou seja, é responsável pela ofensiva e a baixa dos inimigos. Possui uma armadura de combate que a torna capaz de soltar foguetes e dar saltos. É possível conhecer um pouco mais sobre Pharah no perfil da personagem no site do próprio Overwatch.

Sobre a coloração da sua armadura, não foi possível saber se foi intencional, mas a cor dourada e azul eram usualmente associadas com o ouro e o lápis-lazuli, considerados a constituição da pele e dos cabelos dos deuses, respectivamente. A máscara mortuária do faraó Tutankhamon, por exemplo, não teve o seu padrão de cores escolhido ao acaso, onde suas sobrancelhas são de cor azul e pele dourada:

Máscara mortuária de Tutankhamon. Imagem disponível em TIRADRITTI, Francesco. Tesouros do Egito do Museu do Cairo. São Paulo: Manole, 1998. pág 234.

E algumas peças religiosas, assim como amuletos, também foram representados com uma cor azulada, uma vez que a crença ditava que o azul era uma cor mágica:

Imagem da deusa Hathor feita em lápis-lazuli e ouro. Autor da foto: Desconhecido.

 

Cenários:

Mas, o Egito Antigo não está presente somente em Pharah. Dentre os vários mapas disponíveis, três cenários trazem o Egito como tema e dois deles são inspirados na antiguidade: os fictícios Templo de Anúbis e Necrópole.

Mapa Templo de Anúbis

Mapa Templo de Anúbis

Mapa de Necrópole

Fanarts:

A personagem Pharah ganhou muitos fãs e alguns resolveram demonstrar a sua estima desenhando-a. Confira abaixo alguns exemplos de ilustrações:

Link de consulta: www.zerochan.net

Artista: SirensReverie

 

Link de consulta: comicvine.gamespot.com

Link de consulta: @captain.overwatch

Artista: Raphire

Artista: MonoriRogue

Artista: JhessyJay

Artista: JeongSeok Lee

Curiosidade vinda de terras brasileiras e novidade:

Dentre os heróis temos um personagem brasileiro também. É o Lúcio, cuja função é a de suporte. Se ficou curioso sobre Overwatch clique aqui para acessar a página oficial. E a Blizzard tem uma ótima notícia: nos próximos 22 a 25 de setembro (2017) será possível degustá-lo. Clique aqui para saber mais!

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]