O mistério de uma cabeça de estátua de um faraó em Israel

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille | Instagram

Uma cabeça de uma estátua retratando um faraó tem intrigado alguns pesquisadores. Isso porque ela foi encontrada em 1995 em Israel na área da antiga cidade de Hazor [1;2].

Outrora fragmentada ela retrata uma típica imagem de um faraó contendo, inclusive, a serpente ureus, que é uma das insígnias reais egípcias, ou seja, um dos símbolos que demonstram realeza.

Divulgação/Gaby Laron/Hebrew University/Selz Foundation Hazor Excavations.

Trata-se de um artefato genuíno, datado de cerca de 4.300 anos. Esta peça pode ter parado em Israel de variadas maneiras, podendo ter sido presenteada, levada como lembrança ou como espólio de guerra, por exemplo. “A história da estátua é extremamente complexa, e o reino de Hazor deve ter ficado muito orgulhoso de poder exibir um objeto de tanto prestígio, conectado às imagens da realeza egípcia” [1], afirmaram os egiptólogos Dimitri Laboury e Simon Connor, em um relatório publicado no livro ‘Hazor VII: A Era de Bronze das Escavações 1990-2012 (Israel Exploration Society, 2017). De acordo com eles os traços estilísticos do objeto são comuns da 5ª Dinastia, o que intriga mais ainda, já que isto a situa como sendo do Antigo Reino, a época mais recuada do reinado dos faraós [1;2].

Divulgação/Gaby Laron/Hebrew University/Selz Foundation Hazor Excavations.

Os pesquisadores também acreditam que o artefato foi destruído em algum momento há 3.300 anos, provavelmente após a invasão liderada pelo rei Joshua [1;2].

Em outros anos outras estátuas egípcias também foram encontradas em Hazor e todas fragmentadas no que os pesquisadores concluíram como uma destruição deliberada [2].

 

Fonte:

[1] Estátua de faraó de 4.300 anos intriga arqueólogos e gera série de dúvidas. Disponível em < https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2017/08/30/estatua-de-farao-de-4300-anos-intriga-arqueologos-e-gera-serie-de-duvidas.htm >. Acesso em 30 de agosto de 2017.

[2] 4,300-Year-Old Statue Head Depicts Mystery Pharaoh. Disponível em < https://www.livescience.com/60270-ancient-statue-head-depicts-mystery-pharaoh.html >. Acesso em 30 de agosto de 2017.

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro “Uma viagem pelo Nilo”.
[Leia seu perfil]