Múmias de grandes reis e rainhas do Egito terão novo lar

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram

Há alguns dias foi anunciada a notícia de que as múmias de alguns dos maiores faraós e rainhas do Egito serão migradas do Museu Egípcio do Cairo para o Museu Nacional da Civilização Egípcia (não para o Grande Museu Egípcio, como antes se especulava), em Al Fustat. Ainda não está totalmente claro quais múmias irão para este novo local, mas são 20 das que foram encontradas no esconderijo de Deir el-Bahari (TT320).

De acordo com o arqueólogo egípcio Zahi Hawass, o translado será feito no dia 15 de julho (2019) e para comemorar ocorrerá um cortejo para mostrar o prestígio dos antigos governantes egípcios.

• O surpreendente esconderijo de múmias de faraós encontrado no século XIX em Deir el-Bahari (TT320)

• Pesquisa de genoma em múmias egípcias aponta parentesco com Oriente Próximo

Múmia do faraó Ramsés II. Fotografo desconhecido (Wikimedia Commons).

Além da chegada destes reis, o  Museu Nacional da Civilização Egípcia ganhará novas salas para abrigar exposições que apresentarão desde a história anterior a Era dos Faraós até os dias atuais.

Fontes:

Royal mummies to be transfered from Egyptian Museum to NMEC on June.15. Disponível em < http://www.egypttoday.com/Article/4/70284/Royal-mummies-to-be-transfered-from-Egyptian-Museum-to-NMEC >. Acesso em 24 de maio de 2019.

Pharaohs’ Mummies to Settle into NMEC. Disponível em < http://see.news/pharaohs-mummies-to-settle-into-nmec/?fbclid=IwAR3ggYLZnlhVs9Yiy655MqVI3lABqFU7GhS25-QF8C0AUVq0FADXvMMLOfo >. Acesso em 24 de maio de 2019.

Mãe de Tutankhamon é tema de documentário

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille | Instagram

Recentemente foi anunciada a estreia de um documentário que falará sobre a mãe do faraó Tutankhamon e a nova reconstituição facial feita para ela. Será um especial dividido em duas partes para o programa Expedition Unknown, da Travel Channel. Ainda não existe uma data prevista para o Brasil.

No Egito foram descobertos alguns esconderijos onde estavam múmias da realeza. O mais famoso é o de Deir el-Bahari, o qual já foi comentado aqui no Arqueologia Egípcia. Já um dos menos conhecidos  é o que foi descoberto em 1898, na KV-35. Neste foi encontrada a múmia da mulher cujo exames genéticos apontam como sendo a mãe de Tutankhamon. É ela um dos focos do documentário:

Clique aqui, inscreva-se no canal e ative o sino para receber as notificações de novos vídeos.