Egito reabre aeroportos e recebe turistas em pirâmides

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille | Instagram

Atenção: não é porque alguns países estão reabrindo que quer dizer que o Brasil tem condições de reabrir também. Fique em casa, obedeça a quarentena. Assim você ajudará a salvar várias vidas. Assista a esse vídeo para entender como até a arqueologia aponta a importância do isolamento social: Qual A Mais Antiga Epidemia?.

Foto: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany

Após mais de 3 meses em quarentena devido à pandemia da COVID-19 (o novo coronavírus), o Egito reiniciou o recebimento de voos internacionais e reabriu alguns sítios arqueológicos para visitação turística, um deles é o platô de Gizé, onde se encontra a Grande Pirâmide.

O país tinha fechado aeroportos e atrações turísticas em meados de março e iniciou uma extensa campanha de conscientização e prevenção contra o coronavírus, incluindo o isolamento social para conter a propagação do vírus e higienização de sítios arqueológicos e hotéis. É importante salientar que parte da economia do Egito gira em torno do turismo, mais especificamente do turismo arqueológico.

Foto: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany

De acordo com a agência de notícias Reuters, os voos que estão chegando ao país ainda são poucos, assim como poucos visitantes passaram pelo Platô de Gizé. O ministro do turismo e antiguidades, Khaled al-Anany, disse que dois voos fretados chegaram na manhã da quarta-feira (01/07) a aeroportos no Sinai do Sul e no Mar Vermelho. Eles transportavam turistas da Ucrânia. Essas áreas ao longo da costa do Mar Vermelho e Marsa Matrouh, no Mediterrâneo, foram autorizadas a reabrir, pois possuem os números mais baixos de infectados até agora. Até o momento em que escrevo essa notícia o Ministério da Saúde egípcio registrou 71.299 casos de infectados pelo novo coronavírus e 3.120 mortes.

Desde o início de junho o ministro afirmava que estava esperando a curva de contágio do país se estabilizar e, aparentemente, esse momento chegou.
Dentre as medidas de segurança para essa abertura gradual do país está um regulamento explicando como as equipes de arqueologia devem se portar. Já os hotéis devem fornecer máscaras e desinfetantes a todos os hóspedes, enquanto as áreas comuns devem ser desinfetadas regularmente e o uso de elevadores limitado a 50% da capacidade.

Auxílio emergencial:

De acordo com o portal Middle East, o governo egípcio preferiu manter os hotéis fechados no auge da pandemia no país, acrescentando em comunicado que “não poderia correr o risco” de abrir qualquer coisa considerada imprópria. “Prefiro apoiar esses hotéis do que abri-los”, declarou o ministro de turismo e antiguidades.

Não foram liberados os dados oficiais sobre perdas econômicas este ano, mas o ministro do planejamento, Hala al-Saeed, disse em abril que essas perdas poderiam chegar a US$ 5 bilhões.

Ainda de acordo com o portal, o banco central destinou até 50 bilhões de libras egípcias em empréstimos para apoiar o setor de turismo. Os recursos foram destinados ao pagamento de salários dos funcionários que ficaram em casa em quarentena e a reforma de hotéis, ônibus, navios de cruzeiro e agências de viagens. Em soma, o Egito garantiu um pacote de ajuda urgente de US$ 2,8 bilhões do Fundo Monetário Internacional para compensar a crise econômica. Também concordou com o FMI em outro acordo de reserva de US$ 5,2 bilhões “para manter a estabilidade macroeconômica em meio ao impacto da COVID-19”.

Em 2021, as autoridades contam com a inauguração do Grande Museu Egípcio, que fica no no platô de Gizé, para estimular o turismo.

Fontes:
Egypt gearing up to welcome back tourists. Disponível em < https://middle-east-online.com/en/egypt-gearing-welcome-back-tourists >. Acesso em 10 de junho de 2020.

Egypt reopens airports and welcomes tourists to pyramids after COVID closure. Disponível em < https://www.reuters.com/article/us-health-coronavirus-egypt-idUSKBN2426VX >. Acesso em 1 de julho de 2020.

O que você precisa saber sobre o Museu Akhenaton!

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram

O Egito tem empreendido uma série de restauros e construções de museus e dentre eles está o Museu Akhenaton. Com sua forma triangular parecida com as Grandes Pirâmides de Gizé, trata-se do terceiro maior museu do país. Foi idealizado no ano de 1979 com o objetivo de expor ao público a religião e história do Período Amarniano, assim como alguns aspectos gerais da história egípcia. 

Porém, as obras de construção só tiveram início em 2002 e foram interrompidas após a eclosão da revolução de 25 de janeiro de 2011, uma vez que isso teve um impacto negativo nas condições econômicas e de segurança do país. Em 2014 as obras foram retomadas e agora espera-se que tudo esteja pronto este ano.

O edifício principal fica em uma área de cerca de 5.000 metros quadrados e é cercado por um grupo de bazares, possui 16 salas, uma biblioteca, uma sala de conferência, um teatro e um centro de restauração, que é o maior do Alto Egito.

Akhenaton foi um faraó da XVIII Dinastia (Novo Império). Filho de Amenhotep III com a rainha Tiye ele casou-se com Nefertiti e iniciou uma série de mudanças no âmbito religioso e artístico. Ele provavelmente foi pai do faraó Tutankhamon. 

Fonte:

All you need to know about Akhenaten Museum. Disponível em < https://www.egypttoday.com/Article/4/74041/All-you-need-to-know-about-Akhenaton-Museum >. Acesso em 23 de agosto de 2019.

(Vídeo) Venha viajar para o Egito

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram

Recentemente anunciei aqui no site as novas datas da viagem para o Egito organizada pela Ortega Tour. Agora está aí em vídeo o meu convite para vocês virem para o Egito em 2016. Vamos aproveitar que a tumba do Tutankhamon e a máscara mortuária dele voltaram a ficar disponíveis para a visitação.

Aproveitem e divulguem para os seus amigos ou parentes que gostam da antiguidade egípcia.

— Leia mais aqui: Vamos conhecer o Egito dos faraós!

Informações e reservas:

Ortega Tour

Rua Sete de Abril, 342 – 1º. andar – Sala 15 – 01044-000 – São Paulo

Telefax: (11) 3214-5556 / 3256-5530 E-mail: sortega@uol.com.br

Facebook: Ortega Tour

Vamos conhecer o Egito dos faraós!

A antiguidade egípcia foi uma esplendida civilização que surgiu em meio às areias do deserto e tornou-se um dos impérios mais poderosos do mundo antigo. Por isso que conhecer o Egito é o sonho de muitas pessoas que querem ver de perto a singularidade deste país que criou engenheiros excepcionais, a exemplo de Imhotep, idealizador da Pirâmide Escalonada de Djozer e que lhe garantiu ser cultuado como uma divindade nos séculos seguintes.

Foi pensando nisso que a Ortega Tour organizou um novo roteiro de viagem para o Egito, cuja saída do Brasil ocorrerá no dia 10/06/2016. Nele observaremos a grandiosidade de Luxor e suas incríveis colunas, vamos sentir os ventos de Assuã, onde Ramsés II construiu o seu grandioso templo de Abu Simbel e claro, conhecer o majestoso Nilo, rio que testemunhou mais de 3.000 anos de história.

A Arqueologia

O Egito é o único lugar no planeta a conter tantos monumentos advindos da Antiguidade. A cada olhar o visitante pode se deparar com um edifício ou parede pertencente ao faraônico. É aqui onde o meu trabalho começa: seremos acompanhados por um guia egípcio, mas eu ficarei responsável por comentar para vocês curiosidades sobre a história e a Arqueologia realizada no país.

Roteiro:

Abaixo está o roteiro (texto disponibilizado pela própria Ortega Tour), mas caso queira ler mais detalhes é só clicar aqui. Em breve escreverei mais posts explicando sobre cada um destes lugares:

01º Dia – SÃO PAULO / PARIS (10/06)

Apresentação no Aeroporto de Guarulhos para embarque com destino a Paris.

02º Dia – PARIS / CAIRO (11/06)

Chegada e embarque na conexão para o Cairo. Chegada, traslado e alojamento. Jantar.

03º Dia – CAIRO (12/06)

Saída para um dia completo de visitas. Pela manhã visitas às Pirâmides de Queóps, Quefren e Miquerinos e a Esfinge, em Giza. Almoço. Depois visita ao Museu do Cairo, onde estão expostos os tesouros encontrados na tumba do faraó Tutankamon. Templo livre no mercado árabe de Khan-El-Khalili. Alojamento. Jantar.

04º Dia – CAIRO / LUXOR (13/06)

Traslado para o aeroporto para embarque para Luxor.  Chegada e traslado ao porto fluvial onde embarcaremos no navio para o Cruzeiro pelo Nilo, com pensão completa. Visita à margem oriental do rio para conhecer o Templo de Karnak, construído no ano 2.000 A.C., dedicado a Amon Ra. Continuação da viagem até o Templo de Luxor, construído no ano 1.450 A.C. Pernoite a bordo.

05º Dia – LUXOR (14/06)

Pensão completa. Possibilidade de passeio de balão (opcional). Saída de manhã para visitar o Vale dos Reis, Templo fúnebre da Rainha Hatshepsut e o Colosso de Menon. Regresso a bordo.

06º Dia – LUXOR / ASWAN (15/06)

Pensão completa. Navegação até Edfu, passando pela eclusa de Esna. Visita ao Templo de Hórus, um dos mais belos da antiga civilização egípcia. Navegação até Kom Ombo. Visita ao Templo dos Deuses Sobek e Haroeris. Navegação para Aswan.

07º Dia – ASWAN / CAIRO (16/06)

Visita opcional a Abu Simbel. Passeio de “faluca” (embarcação típica do Nilo) para ver o Jardim Botânico e a Ilha Elefantina, onde se encontra o Mausoléu de Agha Khan. Visita ao Templo de Philae, dedicado à deusa Ísis. Retorno ao navio. Desembarque. Visita a Represa Alta. Traslado para o aeroporto e embarque para o Cairo. Chegada, traslado para o hotel. Alojamento. Jantar.

08º Dia – CAIRO/AMSTERDÃ/S.PAULO (17/06)

Traslado para o aeroporto e embarque para a Amsterdã. Chegada e embarque na conexão para São Paulo. Chegada no Aeroporto de Guarulhos. No final da tarde. Fim dos nossos serviços.

Pagamento e Desconto:

Para a inscrição será necessário o pagamento de 20% do valor do pacote. O saldo deverá ser quitado 30 dias antes do embarque. Quem pagar o pacote à vista até 30/12 terá um desconto de 5%. Esse desconto não incide sobre as taxas.


Informações e reservas:

Ortega Tour

Rua Sete de Abril, 342 – 1º. andar – Sala 15 – 01044-000 – São Paulo

Telefax: (11) 3214-5556 / 3256-5530 E-mail: sortega@uol.com.br

Facebook: Ortega Tour