O patrimônio do Lord Carnarvon à venda?

 Por Márcia Jamille Costa

 

Sir Andrew Lloyd Webber, empresário musical e multi-milionário, manifestou o desejo de comprar o Castelo de Highclere, edifício onde viveu o Quinto Conde de Carnarvon, patrocinador da descoberta da tumba de Tutankhamon, cuja pesquisa foi realizada pelo o arqueólogo inglês Howard Carter. A propriedade pertence aos Carnarvons desde 1670 e foi um dos palcos das negociações entre o arqueólogo e o conde, e é onde este último está sepultado.

 

Quinto Conde de Carnarvon

 

A oferta de Andrew Webber veio após o atual Conde de Carnarvon solicitar uma permissão para vender terrenos da periferia da propriedade. Webber está em busca de um local para expor suas obras de arte, e demonstrou ao The Basingstoke Gazette um grande apresso pelo o Highclere.

 

Sir Andrew Lloyd Webber

 

No entanto a Lady de Carnarvon anunciou no Telegraph que eles não possuem intenção alguma de vender o edifício falando que valoriza a “a grande propriedade” e conclui “Meu marido e sua família investiram dinheiro, tempo, amor e paixão há séculos. Eu ouvi que ele (Webber) quer um lugar para pendurar suas pinturas. Mas definitivamente não é para venda. Temos toda a intenção de estar aqui durante os próximos 150 anos“.

 

Lord e Lady de Carnarvon

 

Atualmente o castelo está aberto para visitação e possui um site com espaço para notícias e para agendamento de visitas. Algumas das obras expostas pelos Carnarvons remetem a réplicas de objetos egípcios, pinturas e fotos da época da descoberta da tumba de Tutankhamon.

(Fonte: Heritage Key)

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]