Dr. Zahi Hawass diz se arrepender de ter assumido Ministério em 2011

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille

 

Mais de dois anos após assumir o Ministério das Antiguidades Egípcias e ser exonerado semanas depois, o Dr. Zahi Hawass finalmente comentou acerca da sua decisão de assumir o cargo oferecido pelo ex-ditador Hosni Mubarak, “O posto de Ministro do Estado para as Antiguidades foi a pior coisa que aconteceu na minha vida” afirmou nesta terça-feira (09 de julho de 2013).

Acusado de crimes de corrupção e contrabando de peças arqueológicas, Dr. Zahi Hawass foi inocentado pela justiça egípcia, mas ainda sofre por ter sido partidário do ex-ditador e por ter sonegado informações acerca dos artefatos roubados no Museu Egípcio do Cairo durante as manifestações de 2011.

Márcia Jamille

Arqueóloga formada pela UFS com a monografia “Egito Submerso: a Arqueologia Marítima Egípcia” e mestra em Arqueologia também pela UFS com a pesquisa “Arqueologia de Ambientes Aquáticos no Egito: uma proposta de pesquisa das sociedades dos oásis do Período Faraônico”. É administradora do Arqueologia Egípcia e autora do livro "Uma viagem pelo Nilo". [Leia seu perfil]