Hawass e Cleópatra: a notícia era uma mentira!

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram

Em janeiro saiu uma matéria anunciando que o arqueólogo Zahi Hawass estava prestes a encontrar a tumba da rainha Cleópatra VII. Inclusive esta notícia foi veiculada aqui no Arqueologia Egípcia. De acordo com a fonte o arqueólogo teria dito durante uma conferência na Universidade de Palermo (Itália) que “Espero encontrar em breve o túmulo de Antônio e Cleópatra. Eu acredito que eles estão enterrados no mesmo túmulo”. O local de sepultamento seria Taposiris Magna.

Zahi Hawass e Kathleen Martinez

Entretanto, de acordo com o próprio Hawass, esta notícia é falsa. Veja o vídeo para saber sobre o desdobramento desta história:

Zahi Hawass: “Espero encontrar em breve o túmulo de Antônio e Cleópatra”

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram

O arqueólogo Zahi Hawass falou este mês, durante uma conferência na Universidade de Palermo (Sicília), que ele está próximo de encontrar a tumba da rainha Cleópatra VII e seu companheiro, Marco Antônio, que viveram durante o Período Ptolomaico. “Espero encontrar em breve o túmulo de Antônio e Cleópatra. Eu acredito que eles estão enterrados no mesmo túmulo”, disse em relação a trabalhos de escavações que está realizando em Taposiris Magna, quase 30 quilômetros de Alexandria [1]. Contudo, até o mês passado (dezembro de 2018), Hawass apontava estar responsável somente por duas escavações no Vale dos Reis[2]. Nesta missão arqueológica domínico-egípcia, de acordo com a National Geographic, ele seria um supervisor [3].

Zahi Hawass

De acordo com o mito, Cleópatra VII, a emblemática última rainha do Egito, teria se suicidado com a picada de uma cobra venenosa, após a sua derrota contra o Império Romano. O suicídio seria sua saída para evitar que fosse humilhada delas ruas de Roma.

Cleópatra VII. Museu de Berlim.

Em suas declarações Hawass não dá muitos detalhes sobre como tem tanta certeza de onde está a tumba, mas esclarece que o nome de Cleópatra foi encontrado diversas vezes. “Eu acho que encontrei. Estou no caminho certo. Tenho grandes esperanças de encontrá-la em breve. O lugar preciso, nos deu no decorrer das investigações muitos elementos que indubitavelmente nos levam ao túmulo da figura histórica de Cleópatra. Por causa disso, agora sabemos exatamente onde devemos cavar”[4].

Zahi Hawass no centro. Foto: Kathleen Martinez (Twitter).

Porém, existe uma complicação: os hipogeus (tumbas subterrâneas) utilizados durante o Período Ptolomaico estão atualmente preenchidos pela água de um lago próximo. “Tudo está submerso, uma condição que não nos permite escavar bem. Portanto, a primeira coisa que temos que fazer é liberar a área da água, um trabalho que estamos organizando. Esta é a fase mais complexa. Mas o objetivo é confrontá-lo em breve para continuar depois com a investigação e as escavações”[4]. Apesar do Hawass sugerir esvaziar o sítio, se ele utilizasse métodos da Arqueologia Subaquática seria possível sim realizar escavações sem precisar bombear a área. Isso até ajudaria na preservação da integridade de seja lá o que existe no interior desses hipogeus.

A teoria de que a tumba desta rainha egípcia estaria em Taposiris Magna foi sugerida há alguns anos pela arqueóloga dominicana Kathleen Martinez. Por 12 anos ela é a diretora dessa missão arqueológica domínico-egípcia. Por sua dedicação ganhou em dezembro de 2018 do governo de seu país uma placa de reconhecimento “por suas grandes contribuições para cultura universal e por ter colocado a República Dominicana no mapa mundial da comunidade intelectual”[5].

Kathleen Martinez

Suas pesquisas levaram a descoberta de mais de 800 peças arqueológicas que foram exibidas pela National Geographic nos mais importantes museus pelo mundo.

Corpo de estátua que se acredita ser do rei Ptolomeu IV, parente de Cleópatra VII. Foto: Crédito na imagem.

Fontes:

[1] Tomb of Antony and Cleopatra to be uncovered soon. Disponível em < http://www.egypttoday.com/Article/4/63389/Tomb-of-Antony-and-Cleopatra-to-be-uncovered-soon >. Acesso em 14 de janeiro de 2019.

[2] ‘Não sabemos o que foi perdido no Museu Nacional’, diz arqueólogo mais importante do Egito. Disponível em < https://oglobo.globo.com/sociedade/historia/nao-sabemos-que-foi-perdido-no-museu-nacional-diz-arqueologo-mais-importante-do-egito-23329918 >. Acesso em 16 de janeiro de 2019.

[3] Headless Egypt King Statue Found; Link to Cleopatra’s Tomb?. Disponível em < https://news.nationalgeographic.com/news/2010/05/100519-science-ancient-egypt-cleopatra-tomb-marc-antony/ >. Acesso em 16 de janeiro de 2019.

[4] Zahi Hawass: “He encontrado la tumba de Cleopatra”. Disponível em < https://www.abc.es/cultura/abci-zahi-hawass-encontrado-tumba-cleopatra-201901150154_noticia.html >. Acesso em 16 de janeiro de 2019.

[5] Miguel Vargas reconoce a arqueóloga dominicana Kathleen Martínez. Disponível em < https://www.elcaribe.com.do/2018/12/20/panorama/pais/miguel-vargas-reconoce-a-arqueologa-dominicana-kathleen-martinez/ >. Acesso em 16 de janeiro de 2019.