(Resenha – Série) “TUT”, uma série inspirada no faraó Tutankhamon (“Rei Tut”; 2015)

Por Márcia Jamille Costa | @MJamille | Instagram

Este texto não contém spoiller.

Lançado em 2015, “Rei Tut” (“TUT”, no original), tem o enredo baseado na tentativa do jovem e rebelde faraó Tutankhamon (Avan Jogia) em manter o seu país a salvo, ao mesmo tempo que tenta se manter no trono, que é cobiçado por altos  cortesões e pelo clero tebano do deus Amon.

Assista os comentários em vídeo:

A série ganhou destaque por trazer um Tutankhamon repaginado e inspirado em sua vida militarizada, cujos detalhes estão surgindo graças as descobertas arqueológicas que ocorreram nos últimos anos, em especial os seus talatats que foram encontrados em Luxor e que relatam detalhes de como o exército do jovem rei colocou um fim em uma rebelião na Núbia (atual Sudão) (JOHNSON, 1990).

Porém, como muitas outras produções que envolvem acontecimentos do passado, a série “Rei Tut” não se livrou dos erros históricos, como, por exemplo, apresentar roupas anacrônicas tais como a adoção de túnicas e cortes, cores ou tecidos que não fizeram parte do vestuário egípcio antigo (tema que espero abordar em um futuro próximo, quando o canal do AE no Youtube alcançar 5.000 inscritos; clique aqui e saiba do que estou falando).

É feita também uma confusão em relação aos inimigos do Egito, apresentados na produção como os Mitanis, sendo que o problema naquele período eram os hititas. Explicando de forma rápida: no principio da 18ª Dinastia de fato os mitanis eram inimigos do Egito, no entanto, para estabelecer a paz entre ambos os países, os faraós Tutmés IV e Amenhotep III desposaram princesas desse reino. Entretanto, com o reinado de Akhenaton as coisas não se saíram tão bem, uma vez que o faraó não cedeu auxilio ao mitanis quando esses foram invadidos pelos hititas. Então, com a chegada do governo de Tutankhamon a relação entre essas nações tinha chegado ao fim, em especial devido a derrota anterior mitani (DARNELL, 2007 ).

Outro problema está em o faraó aparecer na frente de várias pessoas sempre. Esta não era uma prática comum, principalmente na época de Tutankhamon.

— Saiba mais: Fatos interessantes sobre os faraós: sua divindade e mais algumas curiosidades

Alguns erros em relação a arquitetura também são apresentados, como o palácio, retratado com andares e colunas em cada um, ou o Vale dos Reis, que está muito longe de parecer geograficamente com o real, além de ter sido montada uma superestrutura [1] para a tumba de Tutankhamon, algo que jamais existiu na realidade.

Como já apresentei anteriormente aqui no site e no canal, alguns dos principais personagens realmente existiram. O primeiro, naturalmente, é o faraó Tutankhamon, sua esposa Ankhsenamon, Akhenaton, seu vizir Ay, seu general Horemheb e dois personagens que na época em que comentei o trailer eu não sabia que tinham sido incluídos, que é o Narkhmind e o rei Tushratta. Os demais, a exemplo dos amantes do casal Tutankhamon e Ankhsenamon, foram inventados para a trama.

O Tutankhamon e a Ankhesenamon da realidade. Para saber como era o rosto dos demais personagens clique aqui. Fonte: STROUHAL, Eugen. A vida no Antigo Egito (Tradução de Iara Freiberg, Francisco Manhães, Marcelo Neves). Barcelona: Folio, 2007.

Tutankhamon e Ankhsenamon.

É citada uma praga no enredo e de fato ela existiu, mas o seu fim em nada tem relação com o desfecho apresentado na trama. Ela, em verdade, se seguiu além da morte de Tutankhamon.

“Rei Tut” estreou no Brasil através da Netflix e do canal fechado The History Channel. E no início de 2016 os seus direitos de exibição na TV aberta foram comprados pela Rede Globo. Contudo, não existe previsão de veiculação.

Fontes: 

JOHNSON, Raymond. The Tutankhamun Talatat. Chicago House Bulletin. Volume 1, N°3, August 15, 1990.
DARNELL, John Coleman; MANASSA, Colleen. Tutankhamun’s Armies: Battle and Conquest During Ancient Egypt’s Late Eighteenth Dynasty. Ney Jersey: John Wiley, 2007.

Links interessantes: 

Nefertiti e Akhenaton: o casal egípcio impossível de ser ignorado
O casal Ankhesenamon e Tutankhamon
7 curiosidades sobre o faraó Tutankhamon
The End of the Amarna Period
Tutankhamun’s War


[1] A “subestrutura” era onde o corpo era sepultado, já a “superestrutura” era a parte externa do túmulo.

Série TUT irá estrear na The History Channel

Por Márcia Jamille | @MJamille | Instagram

A série TUT irá realmente passar na The History Channel (como eu já estava prevendo, até falei neste vídeo aqui: https://goo.gl/EqyNQY), mas não foi lançada ainda a data de estréia e nem se será dividida em três episódios (como é originalmente) ou se será feito um novo arranjo com mais episódios. Abaixo o trailer brasileiro:

O DESTINO NÃO SE HERDA, SE CONQUISTA. Em breve, O REI TUT, a épica história de Tutankamón em uma grande superprodução com Avan Jogia e o ganhador do Oscar Ben Kingsley, só no #History

Posted by Canal History Brasil on Quinta, 24 de setembro de 2015

 

Estes são alguns dos links em que comento acerca da produção:

.:: Tutankhamon será o personagem principal em uma série de TV:
http://arqueologiaegipcia.com.br/2014/10/16/tutankhamon-sera-o-personagem-principal-em-uma-serie-de-tv/

.:: (Vídeo) #TutEOValeDosReis: “TUT”, série da Spike TV inspirada em Tutankhamon
http://arqueologiaegipcia.com.br/2015/07/16/video-tuteovaledosreis-tut-serie-da-spike-tv-inspirada-em-tutankhamon/

.:: Série: TUT (2015) – Mais imagens, teaser e trailers
http://arqueologiaegipcia.com.br/2015/07/15/serie-tut-2015-mais-imagens-teaser-e-trailers/

.:: TUT: Novidades e fotos sobre a série inspirada no faraó Tutankhamon
http://arqueologiaegipcia.com.br/2015/05/08/tut-novidades-e-fotos-sobre-a-serie-inspirada-no-farao-tutankhamon/


Notícia enviada por André Luis e Wedja Raquele*.
*Uma leitora enviou o link do trailer, mas não consigo encontrar o nome dela, porém fica meus agradecimentos aqui.

(Dicas dos leitores) Para quem ainda não assistiu a série “TUT”

Márcia Jamille | Instagram | @MJamille

A série TUT, a qual estreou no dia 19/07/2015 na Spike TV dos EUA (ainda não existe possibilidade de estréia no Brasil) acabou dividido opiniões acerca do seu enredo inspirado na vida do faraó Tutankhamon.

Foto Divulgação.

Ainda não escrevi nenhum post depois de ver a série, mas tenho que deixar claro: muitas coisas simplesmente decepcionaram e não falo do fundo histórico (vamos lembrar que o “inspirado” não quer dizer uma biografia), mas do roteiro, figurino (este principalmente), arquitetura, etc. – Leia mais: Série: TUT (2015) – Mais imagens, teaser e trailers.

Antes de assistir “TUT” eu já sabia de alguns detalhes da produção e fiz um vídeo comentando: https://www.youtube.com/watch?v=Yp1cFGqfDKM

Paralelamente com a minha divulgação aqui no Arqueologia Egípcia e no Youtube muita gente começou a escrever para mim querendo saber onde poderiam assistir. Pois bem, como a série não estreou aqui praticamente todos estão assistindo pela internet (sorry Spike! Não dá para esperar por vocês) e por isso alguns leitores enviaram links com sugestões. Abaixo:

☥ Francisco Nolasco: http://torrent-series.org/tut/

Este link é para quem quer baixar a série. Está legendado em português.

☥ Adriane Zerillo Natacci: http://megafilmeshd.net/series/tut.html

Esse é para quem quiser assistir online. Também com legendas em português.

☥ Raiza Felix: http://www.omelhordatelona.biz/tut-minisserie-legendado/

Para baixar ou assistir online.

☥ Carolina Peixoto: www.legendas.tv

Para quem baixou via torrente e ainda não encontrou as legendas.

☥ Eu: http://www.rpds-download.org/tut-legendado-1a-temporada-completa/

Este foi o primeiro lugar que eu vi disponibilizar com legenda.

Boa diversão e lembrem-se que eu ainda irei escrever um post para discutir alguns pontos relevantes com vocês.

(Vídeo) #TutEOValeDosReis: “TUT”, série da Spike TV inspirada em Tutankhamon

Por Márcia Jamille | Instagram | @MJamille

No quadro de vídeos #TutEOValeDosReis do canal do Arqueologia Egípcia no Youtube fiz breves comentários sobre a série TUT da Skipe TV, que estreará no dia 19/07/2015.

Quer deixar sua sugestão de tema para ser abordado? Deixe um comentário aqui ou no canal.

Youtube | Facebook | Instagram | Twitter

 Inscreva-se para receber notificações de novos vídeos: